18/05/2020 07:30
É na crise que surgem as melhores oportunidades de empreender

“Aproveite o isolamento social para estudar, para refletir, para se preparar”. Quantos de nós ouvimos essa frase nos últimos 40 dias? Milhares. Porém, não ouvimos ninguém dizer que é no período de crise que os empreendedores se diferenciam por conseguirem enxergar novas oportunidades de mercado.

Vamos começar contextualizando. Afinal, o que é crise econômica? A crise é uma série de acontecimentos que impacta na movimentação de recursos financeiros dentro de qualquer país. Sendo mais claro, isso significa que tem menos dinheiro circulando no mercado porque as empresas vendem menos, o desemprego aumenta e as pessoas, por consequência, gastam menos.  Isso implica em que todos estamos pagando menos impostos, resultando em uma menor arrecadação do governo e menos dinheiro injetado na economia.

Mas, não é porque a economia enfrenta dificuldades que as oportunidades para negociar estão esgotadas. Claro que existe a insegurança e o medo de empreender em meio à crise, porém, são nos momentos difíceis que os empreendedores precisam usar sua criatividade para iniciar ou para se reinventar, criando novas oportunidades de se manter no mercado. Me arrisco a dizer que empreender durante uma crise é, basicamente, o mesmo que empreender fora dela.

É na crise que, mais do que nunca, não se pode oferecer o mais do mesmo. O cliente ainda vai querer consumir, mas, vai reavaliar a qualidade dos produtos e serviços com o qual gasta. Por isso, o seu negócio precisa se destacar e a crise tem que servir como motivação. A maior adversidade em tempos de crise é identificar se o produto ou serviço será bem aceito, uma vez que há uma instabilidade no mercado.

É provável que, como empreendedor iniciante, você acumule algumas funções e será preciso ser o gestor do seu negócio. Por isso, precisará entender dos temas mais variados, como divulgação, custos e receita, fornecedores e mercadorias, entre outras coisas. Então, aprenda um pouco sobre cada assunto, para ficar por dentro de tudo o que acontece na sua empresa. Nesse período de isolamento em que estamos vivendo, várias instituições estão ofertando cursos gratuitos em várias áreas. Aproveite a oportunidade de se capacitar.

A essência de empreender está em correr riscos calculados e é nesse ponto que está a importância de ter um planejamento inicial e ir ajustando-o frequentemente. Identifique o seu ponto de equilíbrio – a relação de custos x receita. Tocar um negócio sem um plano é como viajar de carro sem destino, sem conhecer a rota e sem data para chegar. Considere o cenário econômico da crise no seu planejamento.

E se você vai abrir um negócio, saiba que, independente da crise, ele irá demandar uma série de obrigações e a aceitação de um novo cenário pessoal e profissional. Esforço e dedicação são essenciais. A crise é desafiadora, mas a coragem é uma característica necessária ao empreendedor, independente do período vivido.

Claudio Castro é Empreendedor, Investidor-anjo, CEO e Fundador da Ensinar Tecnologia, Sócio da Pitang Consultoria, Sunrise, Brainy Resolutions, VP de Inovação da Sucesu-PE e do Instituto Êxito de Empreendedorismo.

 

 

 

Os textos publicados nesta coluna não refletem o posicionamento do Grupo Cidade de Comunicação.

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO