04/03/2020 10:00
O que estamos comendo?

Quando comemos, não só os alimentos reais são digeridos. Além da banana, do pão, do feijão, estamos a todo momento engolindo emoções, sugando energias, mastigando histórias (nossas e do outro).

O alimento não é só físico. Ele é também cultural, espiritual, momentâneo e social. E precisamos de todos estes para nos manter saudáveis.

A toda hora estamos comendo coisas não vistas aos olhos. E são essas que, muitas vezes, nos dão mais saciedade.

É que elas, além de nos alimentarem a alma, são incorporadas ao nosso todo integral. Alimentam o ser, não só o corpo. Alimentam a pessoa, não só o estômago. 

Precisamos muito mais que carboidratos e proteínas. Esses grupos alimentares só saciam as necessidade básicas do metabolismo.

Precisamos mesmo é de momentos em família, cafés com os amigos, drinks no happy hour, bolo na casa da mãe.

Temos mesmo de comer sem culpa, engolir cultura, devorar viagens, beliscar os exemplos, provar novos sabores.

Não se curam faltas emocionais com uma dose de glicose em formato de leite condensado. Esse só alivia.

Já o autoamor e o autocuidado, ah, esses sim são alimentos integrais que, quando degustados, perduram no sangue, nas células, nos órgãos, no coração e na alma. Esses sim são curam e saceiam.

 

Priscila Malveira é advogada empresarial, professora de Direito e etiqueta social, palestrante, escritora de crônicas e editora do site Repensando Bem.

 

 

 

 

 

Os textos publicados nesta coluna não refletem o posicionamento do Grupo Cidade de Comunicação.

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO