HOME > ENTREVISTAS > ESPECIAL

Leonardo Barreira: seriedade com alegria

Publicado em 16/01/2020 às 13:58
Compartilhe Tweet

À frente da Faces Agency, Léo Barreira é responsável por uma ampla equipe, que comanda o momento drink nas principais festas cearenses. A alegria e a seriedade caminham lado a lado na hora do atendimento e da preparação dos drinks, daí porque a Faces lidera a procura por serviços de bebidas em eventos cearenses. "Recebo tantos elogios da equipe quanto dos drinks em si. Quando nós trabalhamos com sonhos, não podemos esquecer nenhum detalhe, e, convenhamos, uma festa alto astral, animada, não pode ter uma equipe diferente. Os convidados certamente sentem isso, eu acrescentaria algumas características aos nossos bartenders: educação e profissionalismo”, afirmou. Confira!

Uma empresa que passa dos 15 anos. Como surgiu a ideia de criar a Faces Agency?!

Aos 16 anos, comecei a trabalhar como modelo e em eventos. Em poucos anos, estava exercendo funções de liderança, como supervisão de eventos e assistência em produções, foi quando resolvi criar uma agência de modelos e eventos.

A empresa está há quantos anos no mercado de bebidas?

Por volta de 2004, quando coloquei a agência, estava se iniciando no Brasil um serviço conhecido por "Ação Champanhe", do qual fui pioneiro em Fortaleza junto com alguns parceiros das áreas de moda e festas. Investimos em treinamentos e profissionalização dos modelos para tal serviço, foi quando começaram a me pedir coquetel, mesmo sem oferecer. Percebi essa lacuna no mercado, então, procurei profissionais da área para qualificar meu pessoal a tal serviço, tornando-nos, hoje, referência no mercado de festas e eventos corporativos.

De que forma a empresa buscou se estabilizar e consolidar no mercado de eventos?

Alicerçando nossas bases em alguns pilares: trabalho duro e honesto, qualificação profissional, conhecendo nossos clientes para entender suas necessidades, humildade para receber críticas dos parceiros e, o principal, muita dedicação e muito amor.

Como você lida, tenta relevar e superar as ações da concorrência?

Acreditando no potencial do meu serviço e produtos, sempre buscando referências mundo afora, com humildade para escutar meus clientes e parceiros e jamais me acomodar, pois acredito que podemos sempre melhorar.

Com a crise econômica atual, de que maneira a Faces lida com a situação?

Fidelizando os clientes e trabalhando com um preço justo.

Dominar o mercado de coquetéis em eventos deve ser algo trabalhoso, mas muito prazeroso também. Você é um admirador de bebidas? Qual sua predileta? 

Depende da ocasião. Se for um jantar, um bom vinho, mas, para festejar, estou curtindo um bom Gin com Tônica.

Quais as novidades que seus clientes podem esperar para 2020? 

Estamos investindo muito em estrutura, treinamento, serviços mais personalizados.

Hum, legal! Um dos diferenciais da Faces é uma equipe composta por rapazes exageradamente bonitos. A beleza é um pré-requisito para vocês?

Não necessariamente em todos os serviços, mas a educação, sim. Gente mal educada não tem vez, pois o mercado de serviços já é tão carente, precisamos ser diferentes e tratar sempre bem nossos clientes, afinal trabalhamos com sonhos.

Por serem tão belos, os rapazes já passaram por algum momento, digamos, mais ousado de algum convidado da festa?

Essa pergunta daria uma entrevista inteira.

A seriedade é uma marca em sua carreira. De que maneira seu comprometimento o diferencia dos demais profissionais do ramo?

Eu não fecho o contrato de um evento para fazer somente um, mas, através da excelência do serviço, fidelizar o cliente de tal forma que nos contratem em todos os eventos que esse mesmo cliente faça, tal qual venham boas referências aos seus familiares e amigos.

Os drinks autorais da Faces não são apenas elogiados e requisitados, como também servem de inspiração para alguns concorrentes. Como reage a isso tudo, Léo?

Eu amo a coquetelaria, sempre viajo e busco referências. Com amigos em festas pessoais, sempre estou inovando nas criações. Quando você é “bartender”, como um chef de cozinha, sempre fica pensando qual fruta pode combinar com qual fruta, com uma especiaria, tempero, hortaliça, licor... Muito difícil é dar o nome aos drinks autorais. O que fico mais feliz é que, mesmo com uma carta ampla de drinks e coquetéis em um evento, nossos autorais são os que mais têm saída e sempre recebo muitos elogios. Quanto a servir de inspiração, não vejo algum problema, pelo contrário, fico feliz em saber, os ingredientes são fáceis de copiar, só ver no cardápio, mas o modo de preparo só sabem os profissionais da FACES que passam pelo nosso treinamento.

Com a equipe da Faces, leveza e descontração andam lado a lado! Isso repercute no resultado final do trabalho de que maneira?

Com toda certeza, inclusive, eu recebo tantos elogios da equipe quanto dos drinks em si. Quando nós trabalhamos com sonhos, não podemos esquecer nenhum detalhe, e, convenhamos, uma festa alto astral, animada, não pode ter uma equipe diferente. Os convidados certamente sentem isso, eu acrescentaria algumas características aos nossos bartenders: educação e profissionalismo.

Até que ponto sua experiência internacional como bartender influenciou sua carreira?

Viajar abre a mente, isso é um fato, mas, quando você trabalha fora do Brasil, abre a mente ao cubo, pois vemos como funciona a logística, higiene, toda a estrutura de serviço, organização do bar etc. Além de trabalhar em um grande hotel, tive experiências em eventos, festas e moda no Canadá e Austrália, mas ainda tenho vontade de ter uma experiência profissional em um outro país que tem muita história na coquetelaria, um dia vai dar certo.

Para finalizar, quais as apostas para 2020?

Essa semana, por exemplo, eu não parei, graças a Deus, fechando muitos bons contratos, o ano começou com tudo. Eu tenho percebido que as pessoas estão mais otimistas com suas finanças, isso contagia o mercado e mais oportunidades aparecem. Como sempre, minha cabeça está a mil, vários projetos acontecendo, parcerias sendo consumadas. Vai ser um ano maravilhoso.


PUBLICIDADE