HOME > ENTREVISTAS > ESPECIAL

Liliany Gomes: vinhos e viagens

Publicado em 24/06/2019 às 09:57
Compartilhe Tweet

A entrevista da semana é com uma mulher de garra, visionária e ousada. Focada no trabalho e apaixonada pela família. Adora os amigos e ama viajar. E mais: uma apreciadora de vinhos. “O vinho é cercado de mistérios, o aroma do vinho ajuda a despertar desejos, sentimentos, emoções e afetos. Além de deixar o momento com aquele romantismo no ar”, afirmou Liliany Gomes, que inseriu um horário em sua agitada agenda para nos receber. Acompanhe:

Quando e como nasceu a paixão pelo vinho?

Sempre gostei de receber pessoas na minha casa, mesa posta para um jantar, um almoço ou mesmo um simples café. Depois disso, surgiu a paixão pela cozinha e a necessidade de saber harmonizar o prato com a bebida. Como acho vinho elegante e sofisticado, essa foi a minha escolha. Hoje, estudo, participo de confrarias e vivo o mundo dos vinhos.

Qual seu vinho preferido?

Na verdade, não existe o preferido, existe aquele vinho ideal para o momento. Branco, rosé ou tinto. 

De que forma acredita que o vinho pode inserir romantismo em uma relação a dois?

O vinho é cercado de mistérios, o aroma do vinho ajuda a despertar desejos, sentimentos, emoções e afetos. Além de deixar o momento com aquele romantismo no ar.

Qual tipo de vinho mais é indicado para ser saboreado em cidades de clima tropical como Fortaleza?

Vinhos tintos leves combinam bem com o clima tropical. Mas vamos esquecer os preconceitos. A estação mais quente e ensolarada combina com vinho, sim. E não só opções refrescantes como espumantes, brancos e rosés. Os tintos também vão muito bem no verão. Há inúmeros rótulos indicados para serem degustados em dias de temperaturas elevadas e na companhia de refeições mais leves. Saem de cena os tintos fechados, potentes, com frutas muito maduras, amadeirados e alcóolicos, e entram os menos alcoólicos, jovens, leves, frutados e sem estágio em barricas de madeira. São vinhos para serem apreciados sem compromisso.

Para você, qual vinho é indicado para ser tomado na serra? E na praia? E pela noite?

Vai de acordo com o paladar de cada um. Há espumantes, vinhos brancos e rosés que podem deixar qualquer situação muito agradável.

Você também é apaixonada por viagens! Como nasceu esse interesse por viajar?

Eu e meu esposo fizemos nossa primeira viagem juntos e, nessa viagem, já nos programamos para conhecer uns dois lugares diferentes por ano. Somos duas pessoas com um sentimento muito forte pelo novo, pelo diferente e, assim, estamos aos poucos tentando desbravar o mundo.

Qual destino mais inesquecível que visitou?

Difícil responder, pois cada lugar tem sua peculiaridade. Como tinha um sonho de voar de balão na Capadócia, a Turquia ficou marcada muito forte no meu coração. Só de pensar eu quase piro (risos).

Qual lugar ainda sonha conhecer?

Ilha de Bora Bora, na Polinésia Francesa.

A viagem à Tailândia te impactou. Como define sua experiência lá?

A Tailândia é um dos destinos mais desejados do mundo. Depois de viver as experiências em Bangkok, inclusive comendo grilo e escorpião (risos), chegou a hora de visitar Krabi e Phi Phi, praias paradisíacas e inesquecíveis que fazem qualquer um se apaixonar. Lugares lindíssimos, comidas maravilhosas, pessoas simples e de um coração enorme. 

De que maneira explica a relação próxima que teve com os elefantes?

Quando compramos as passagens para a Tailândia, uma das primeiras coisas que me vieram à cabeça foi que aquela seria a oportunidade perfeita para ver de perto os elefantes. Eles são lindos, com trombas enormes e tamanhos exagerados, bichos fascinantes, meigos e encantadores. Foi fantástico poder ficar perto deles, passear em cima deles vendo tudo lá de cima. Muito incrível! 

Como é ter a companhia do seu amor, Célio, por essas viagens mundo afora?

Nós amamos viajar, combinamos em tudo. Conhecer um pouco a cultura, a história de cada lugar, experimentar a culinária e tomar um bom vinho. Estar ao lado de quem amamos nessas viagens é como se o universo inteiro estivesse ao nosso alcance. Afinal, não importa o lugar onde se esteja, quando se está junto de quem amamos, sempre será o melhor lugar do mundo.

Aliás, falando nele, quem conhece vocês sabe da relação super carinhosa e companheira! Que os invejosos e rancorosos não leiam esta entrevista, mas queremos saber: qual o segredo para um casamento se manter tão forte e firme ao longo dos anos? 

Em primeiro lugar, procuramos colocar Deus presente no nosso relacionamento, pois acreditamos que fica mais fácil superar os problemas do dia a dia. Nossa família é sempre a prioridade, temos momentos com nossos filhos, Arthur e Laura, temos momentos a dois e também temos momentos em que cada um sai com amigos para tomar um vinho, bater um bom papo em horários que combinamos sem passar dos limites estabelecidos. 

O que mais gosta de fazer nas horas livres?

Ficar em casa cozinhando uma receita nova, tomando um bom vinho, curtindo o meu esposo e os meus filhos. O meu quarto sempre será uma boa opção.

Qual o segredo para manter o corpo em forma e a mente sã?

Malho três vezes por semana e faço crossfit. Quanto à mente sã, há pensamentos que são orações. Sou muito positiva e sempre acho que, no final, tudo dará certo.

Como é a alimentação de Lily Gomes?

Na semana, vivo uma vida meio que regrada. Inicio o dia com um café e uma tapioca, almoço sempre com arroz integral e tento comer bastante saladas. No jantar, sempre algo leve, geralmente sopa de carnes brancas e legumes ou até mesmo dois ovos cozidos. E nada com sal!

Como divide o tempo entre trabalho, família e lazer?

Hoje, precisamos trabalhar fora de casa, ser mãe e esposa. Dividir esse tempo não é fácil. Muitas vezes queria me dividir em mil, mas infelizmente não é possível. Às vezes, fico sobrecarregada, mas tento não deixar minha família em segundo plano. E ainda tento incluir um tempo só para mim.

Como empresária e cidadã, de que maneira avalia o cenário político e econômico atualmente no Brasil?

O Brasil ainda está "saindo do buraco" depois de ter passado pela pior recessão de sua história, e, depois das quedas gigantescas no PIB entre 2014 e 2016, o crescimento ainda "patina", com taxas próximas a 1% ao ano. Mais do que nunca, é momento para termos a cabeça fria e os pés no chão. Olhar o cenário de luneta, com visão de longo prazo, e buscar as oportunidades de lupa, aproveitando a volatilidade a nosso favor. O cenário de longo prazo ainda é prospectivo. Temos muitas oportunidades pela frente, mas, como sempre, o caminho nunca é fácil.

Você é uma mulher de extrema fé! Qual a importância de Deus em sua vida?

Deus é solução para todos os meus problemas. Meu lema é: a Ele, entrego, acredito e espero. No final, tudo dá certo!

Para finalizar, além de vinhos e viagens, o que espera do futuro na vida pessoal e profissional?

O equilíbrio entre a vida pessoal e profissional é um dos meus maiores desafios. Por isso, antes de escolher e tomar qualquer decisão na vida pessoal ou profissional, procuro ver as consequências. Peço sabedoria a Deus, consulto meu esposo e penso em minha família. Até aqui, tenho tido vitórias e conquistas importantes. Sou otimista com o futuro.


PUBLICIDADE

CONTATO COMERCIAL
(85) 3198.8888
comercial@cnews.com.br