HOME > ENTREVISTAS > ESPECIAL

Anna Gladys Oquendo: sucesso no cerimonial

Publicado em 26/03/2019 às 15:07
Compartilhe Tweet

A entrevistada da semana é sucesso no mundo cerimonial. Anna Gladys Oquendo nos recebeu para um papo sobre carreira, sucesso, negócios, família e futuro. “O mercado em si não estava dos melhores quando eu entrei, não foi fácil! Mas, mesmo em um mercado competitivo, sempre acreditei no sonho, no trabalho e na minha paixão. Começar foi a maior dificuldade. Aprendi que, com humildade e determinação, podemos alcançar nossos mais desafiantes projetos. Levo isso para a vida. Aprendi que o melhor serviço prestado é aquele que desempenhamos com amor, por isso me envolvo bastante em cada evento que produzo de forma bem particular, como se cada festa tivesse o seu universo. Preciso estar totalmente imersa nele para que saia tudo perfeito”, afirmou. Confira.

Quando surgiu a ideia de atuar produzindo festas?

Na realidade, eu sempre, desde pequena, fui apaixonada por esse mundo. Me formei em Direito, atuei muito anos na advocacia, mas não me sentia realizada, sentia que faltava algo. Só quando meu filho nasceu que resolvi assumir esse meu dom e minha paixão pelas festas, aí deixei a advocacia e abracei esse trabalho que eu amo.

Quais as dificuldades enfrentadas desde o início da Blue Eventos até agora?

O mercado em si não estava dos melhores quando eu entrei, não foi fácil! Mas, mesmo em um mercado competitivo, sempre acreditei no sonho, no trabalho e na minha paixão. Começar foi a maior dificuldade.

Fala um pouco sobre as principais lições que tirou ao longo da vida profissional.

Aprendi que, com humildade e determinação, podemos alcançar nossos mais desafiantes projetos. Levo isso para a vida. Aprendi que o melhor serviço prestado é aquele que desempenhamos com amor, por isso me envolvo bastante em cada evento que produzo de forma bem particular, como se cada festa tivesse o seu universo. Preciso estar totalmente imersa nele para que saia tudo perfeito.

Como define o atual momento político e econômico brasileiro?

Vivemos uma fase de mudanças que eu, particularmente, enxergo como positivas. O brasileiro tomou para si a responsabilidade de mudar o Brasil e me orgulho de ver essa mudança. 

Você é casada e tem um filho. Como divide o tempo entre família, trabalho e lazer?

Tento viver com intensidade os meus momentos. Se estou no trabalho, no meio de um evento, coloco ali toda minha energia e concentração. Curto cada trabalho realizado e vibro com o sucesso de cada festa. Quando estou com a família ou com amigos, também tento estar inteira ali. Mesmo trabalhando muitas vezes em finais de semana, a agenda precisa ser organizada para que a família não sinta falta. 

Quais as principais referências e influências profissionais em sua vida?

Minha maior referência na vida é a minha mãe, que me inspira com seu jeito sempre otimista, com seu relacionamento com as pessoas. Aprendo com ela o tempo todo e tento colocar em prática esses ensinamentos. Minha outra grande referência é o meu esposo, Felipe, que me ensina todo dia que, com disciplina, caráter, honestidade e garra, você consegue alcançar seus objetivos, sejam eles os mais desafiantes. 

Como cuida do corpo e da mente? É uma mulher vaidosa?

Acho que deveria me cuidar mais (risos). O tempo é corrido, e as obrigações de trabalho, casa e filhos sempre fazem com que a gente fique em segundo plano. Mas, apesar de tudo, me acho vaidosa, sim. Cuido da mente alimentando a minha fé, deixando Deus no comando de tudo, isso sempre me deixa em paz, uma paz interior que não encontro em lugar nenhum. 

Para você, o que é ser chique?

Gosto muito de uma frase do Karl Lagerfeld, que diz “elegância é uma atitude". Para mim, ser chique é uma união entre ter postura, saber se portar, ter educação e ter personalidade.

O que gosta de fazer nas horas livres?

Ficar com minha família sempre. E amo viajar. Sempre que posso tento encaixar uma viagem para descansar e voltar renovada para o trabalho. 

Quais as próximas etapas de sua carreira? 

Invisto muito na Blue e acredito que os frutos desse investimento vêm a longo prazo. Estou feliz com o que estamos conquistando e pretendo dar continuidade nesse sonho com foco. 

Como define atualmente o mercado cearense de eventos?

Está crescendo e, principalmente, amadurecendo. Temos profissionais cada vez mais qualificados e clientes cada vez mais exigentes, o que é muito bom! 

De que maneira lida com a concorrência?

Com naturalidade. Não tem nada mais saudável do que a concorrência, que precisa existir. 

O que é necessário ter para você considerar uma festa como perfeita?

Uma festa requer planejamento detalhado, muito bom gosto e execução inequívoca. É o sonho de alguém na minha mão. Trato isso com muita responsabilidade. Em um casamento, é muito gratificante ver em tudo a identidade dos noivos, o semblante de realização. Ali, eu sei que a festa foi um sucesso.

Como define a importância da sua família na sua vida?

Minha família é a minha maior prioridade, meu porto seguro. 

Para você, o que causa frisson?

Muitas coisas! Viajar, estar com gente de energia boa, uma mensagem de gratidão de uma cliente depois de uma festa. Muitas outras coisas, mas esses são bons exemplos.

Quais seus maiores desejos para o futuro?

Permanecer em ascensão profissional de forma equilibrada e honesta. Ter minha família unida e meus filhos educados e desenvolvidos em uma educação sobretudo cristã. 

Para finalizar, como espera que esteja sua carreira nos próximos cinco anos?

Sou muito da opinião de que “você colhe o que planta”. Me doo de forma intensa à Blue e tenho certeza de que ela será cada vez mais frutífera.


PUBLICIDADE

CONTATO COMERCIAL
(85) 3198.8888
comercial@cnews.com.br