HOME > ENTREVISTAS > ESPECIAL

Viviane Martins: inigualável dermatologista

Publicado em 26/02/2019 às 15:41
Compartilhe Tweet

A entrevistada de hoje da coluna Frisson é bela, elegante, educadíssima e muito respeitada profissionalmente. Estamos falando da conceituada dermatologista Viviane Martins, que abriu uma brecha em sua agitada agenda para nos receber em seu consultório, localizado no coração da área nobre fortalezense. Fina e atenciosa, ela falou sobre carreira, sucesso, cuidados com a pele, tratamentos estéticos, família, vida pessoal e futuro. “Imprescindível, para uma pele boa, ter os cuidados básicos da pele, como lavar com sabonete adequado e usar filtro solar. Além disso, usar produtos com ácidos antioxidantes. E fatores externos, como se hidratar bastante, dormir bem e evitar o estresse. Não é apenas uma questão de fora para dentro. É também de dentro para fora”, afirmou. Confira a seguir:

O que lhe motivou a cursar Medicina?

Sempre me interessei pela área da Saúde, para tratar, cuidar e interagir com as pessoas.

De que forma a Dermatologia entrou em sua vida?

Desde quando eu fiz a cadeira de Dermatologia, eu me interessei por tudo que diz respeito à pele. Nessa época, a área estética não era tão forte ainda. O foco era mais nas doenças de pele. Foi a partir daí que me interessei e decidi cursar Dermatologia. Já são oito anos de dedicação à área.

Quais as principais dificuldades enfrentadas em sua carreira?

Graças a Deus, na minha carreira, não existiram muitas dificuldades. O começo, de ter poucos pacientes e se firmar no consultório, eu fui me esforçando e aumentando meus conhecimentos para atuar profissionalmente.

O que é preciso fazer para ter uma pele boa?

Imprescindível, para uma pele boa, ter os cuidados básicos da pele, como lavar com sabonete adequado e usar filtro solar. Além disso, usar produtos com ácidos antioxidantes. E fatores externos, como se hidratar bastante, dormir bem e evitar o estresse. Não é apenas uma questão de fora para dentro. É também de dentro para fora.

Como avalia a venda indiscriminada de medicamentos e produtos estéticos para a pele em farmácias?

Acho que tem um certo risco. Às vezes, as pessoas desejam um resultado a curto prazo para a pele. Na internet, há muitos recursos para tratar imagens na divulgação de produtos para a pele. Então, é preciso cautela, pois o resultado pode ser o contrário do desejado. O ideal, portanto, é sempre consultar um médico.

Qual a importância que você dá para o uso do ácido hialurônico e da vitamina C em tratamentos dermocosméticos?

Acho super importante! A partir dos 30 anos, vamos diminuindo a nossa produção de ácido hialurônico. A pele sempre precisa de uma hidratação a mais, tanto do ácido tópico como dentro da pele, injetável. Sobre a vitamina C, é um antioxidante que tem mais trabalho científico relacionado a ele. Então, é imprescindível também para evitar o envelhecimento.

Quais as últimas novidades que você destacaria para tratamento da pele?

Uma grande novidade mundial são os lasers de picosegundos, que são lasers de pulsos ultrarrápidos e destroem a melanina mais rápido, dez vezes mais rápido, o que implica melhor clareamento da pele e melhor tratamento das tatuagens. Lasers mais antigos costumavam deixar a pele mais inchada, por exemplo. Os mais atuais não são assim e deixam a aparência mais natural, o que tem agradado muito os pacientes.

Enquanto profissional, de que maneira avalia o uso excessivo de toxina botulínica (botox) por alguns dermatologistas em pacientes?

Olha, tudo isso depende muito do senso estético. Existe o senso estético do profissional e o senso estético do paciente. Cabe ao médico orientar e explicar quando há exagero. Se o paciente insistir, o médico deve se recusar a fazer o uso, justamente para não prejudicar nem deformar a pele do paciente. A aplicação não é difícil. Os pontos de aplicação não são difíceis. O que é mais peculiar de cada um é o senso estético e a quantidade de doses. O perfil do paciente vai influenciar muito!

A doutora Viviane Martins, como pessoa, faz uso das substâncias que utiliza em suas pacientes?

Sim, uso. Tudo que prescrevo para meus pacientes já foi usado por mim anteriormente. Faço isso para ver o resultado e sentir o procedimento da aplicação. Já fiz uso de botox, ácido hialurônico, MD Code, lasers.

Como cuida do corpo e da mente?

Diariamente, faço cinco minutos de meditação. Pratico yoga semanalmente, o que me ajuda a diminuir a ansiedade e o estresse e a relaxar o corpo. A yoga ajuda também no alongamento do corpo. Pois acabamos tensionando o corpo todo durante a semana. Pratico atividades físicas quatro vezes por semana. E tenho uma conexão religiosa muito forte, vou à missa toda semana, rezo diariamente.

Como administra o tempo entre trabalho, rotina, lazer, família e descanso?

Olha, é bem difícil administrar o tempo. A mulher contemporânea precisa dar conta do recado: cuidar dela, cuidar dos filhos, manter o casamento e se atualizar profissionalmente. Meu tempo é bem cronometrado. Tenho ajuda de coach, que me ajuda muito a organizar meu tempo durante o dia. Tenho horário para responder WhatsApp, por exemplo. Tudo é bem cronometrado, justamente para não ficar desorganizado e caótico.

Qual dica daria para quem deseja saber com qual médico dermatologista deve se consultar?

Entrar sempre no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia, colocar o nome do profissional e o CRM para ver se é realmente um profissional credenciado para o exercício da função.

Como avalia o momento político e econômico atual do Brasil?

Avalio que estamos em período de mudanças. Acredito que para melhor, que possamos ter mais esperança, melhorias na economia e expectativa de vida para todos os brasileiros.

Para finalizar, quais as expectativas pessoais e profissionais para os próximos anos?

Sempre suprir as expectativas dos meus pacientes. Sempre tratá-los da forma ideal e oferecendo o que de melhor a Dermatologia pode oferecer. Estas são as minhas expectativas. Quero sempre dar o melhor de mim!


PUBLICIDADE

CONTATO COMERCIAL
(85) 3198.8888
comercial@cnews.com.br