14/08/2019 01:40
Sistema Fecomércio-CE é destaque na programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará
Sesc e Senac promovem atividades para o público adulto e infantil

O Sistema Fecomércio-CE está na programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que acontece de 16 a 25 de agosto de 2019, no Centro de Eventos. Durante 10 dias, tanto o Sesc quanto o Senac vão realizar uma série de atividades para o público de todas as idades, tendo como norte o grande tema desta edição, que é “As Cidades e Os Livros”. Mediações, oficinas, rodas de conversa, saraus e contação de histórias estão entre as ações idealizadas pelo Sistema.

Como forma de reforçar o papel da educação e, consequentemente, da leitura para quem deseja não apenas se qualificar profissionalmente, mas também ampliar o conhecimento sobre assuntos pertinentes ao nosso dia a dia, os visitantes vão ter a oportunidade de conferir o estande do Senac. No local, vão estar à venda obras que são referência em educação profissional, com foco em administração e negócios, artes, arquitetura, gastronomia, turismo, comunicação, desenvolvimento social, design, moda, dentre outros temas, publicadas pela Editora Senac. Outro destaque desta edição é que os visitantes vão poder adquirir os livros das Edições Sesc São Paulo.

Sessões de autógrafos

O estande do Senac na Bienal também vai realizar sessão de autógrafos de duas obras inéditas das Edições Sesc São Paulo. No dia 23 de agosto, às 17h, Benjamin Abdala Jr. vai estar presente com o livro Ecos do Brasil: Eça de Queirós, leituras brasileiras e portuguesas. A obra reúne artigos de estudiosos brasileiros e portugueses, organizados por Abdala, sobre o trabalho literário de Eça de Queirós, além de trazer uma antologia de textos não ficcionais do autor. Antes, às 15h, haverá um bate-papo aberto ao público, promovido pelo estande da Universidade Federal do Ceará, com o Abdala e os professores Carlos Reis (Universidade de Coimbra) e José Carlos Siqueira (UFC), que também colaboraram com a publicação.  

Além disso, no dia 24 de agosto, às 17h, Beatriz Furtado realiza sessão de autógrafos do livro Pós-fotografia, pós cinema: novas configurações das imagens, organizado por ela e por Philippe Dubois. Trata-se de uma coletânea de artigos de pesquisadores e artistas do Brasil, França, Bélgica e Canadá, criada pelo interesse comum por questões estéticas sobre os devires das imagens contemporâneas no cinema e na fotografia.

Entre livros, afetos e memória

A programação do Sesc durante a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará também prima pela diversidade de temas e atividades. No dia 17 de agosto, às 17h, por exemplo, acontece o Café Literário sobre Imagens e Visagens do Sertão, com os escritores Zé Wellington (CE), Márcio Benjamin (RN) e Bruno Paulino (CE). Os três autores são nacionalmente reconhecidos por criar histórias de suspense e terror ambientadas no Nordeste do País. Já no dia 22 de agosto, às 19h, o Café Literário do Sesc conta com a presença dos booktubers Mel Ferras (SP) e Pedro Pacífico (SP), que vão trocar ideias e experiências sobre Literatura em Tempos de Rede. A mediação fica por conta de Fernando Alves.   

Uma participante que promete atrair os interessados em literatura, música e cultura coreana é a escritora e influencer Babi Dawet (RJ). Autora de sucessos como Sonata em punk rock e Allegro em hip-hop, além de ter colaborado com os livros Um ano inesquecível e Turma da Mônica Jovem: uma viagem inesperada, ela ganhou uma legião de admiradores graças aos seus canais sobre K-pop. Babi participa, no dia 20 de agosto, do Quiz Literário, às 16h, e do Café Literário, às 18h. As poetas Nina Rizzi (CE) e Rayane Leão (SP) também participam de uma roda de conversa sobre a presença da mulher na literatura. O encontro acontece no dia 21 de agosto, às 19h, e vai contar com a mediação de Isabel Costa.

O Sesc vai promover ainda ações com foco na literatura negra, oralidade, vozes indígenas e poesias da cidade, com a presença de nomes como Férrez (PR), escritor conhecido pode criar histórias que acontecem nas periferias das grandes cidades, Eliana Alves Cruz (RJ), Samir Machado (RS), José de Almeida (DF), Slam das Minas SP, Talles Azigon (CE), Matheus Lins (CE), Sandro Sussuarana (BA), Carlos Eduardo Pereira (RJ), Cristiano Baldi (RS), Márcia Wayna Kambeba (PA), Thiago Tizzot (PR) e Meimei Bastos (DF), dentre outros. O público infantil não vai ficar de fora da programação. No período da manhã e da tarde, vão ser realizadas atividades lúdicas e educativas, como contação de histórias, oficinas de teatro e colagem e apresentações musicais.    

 

SERVIÇO – Fecomércio-CE na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Abertura: 16 de agosto de 2019, às 20h

Período: 17 a 25 de agosto

Horário: 9h às 22h

Local: Centro de Eventos do Ceará - Av. Washington Soares, 999 - Edson Queiroz, Fortaleza - CE

Entrada gratuita

 

PROGRAMAÇÃO

SENAC

Livraria Senac

Dia 16 de agosto – das 20h às 22h

De 17 a 25 de agosto – das 10h às 22h

Sessão de autógrafos do livro Ecos do Brasil: Eça de Queirós, leituras brasileiras e portuguesas, organizado por Benjamin Abdala Jr

Dia: 23 de agosto

Horário: 17h

Sessão de autógrafos do livro Pós-fotografia, pós cinema: novas configurações das imagens, organizado por Beatriz Furtado e Philippe Dubois

Dia: 24 de agosto

Horário: 17h   

 

SESC

 

SÁBADO – 17 de agosto

10h – Biblioteca Narração de Histórias: Mônica Ribeiro

14h – Narração de Histórias: Mônica Ribeiro

16h - Roda de conversa: Bibliotecas comunitárias

17h - Café Literário: Imagens e Visagens do sertão - Zé Wellington (CE) e Márcio Benjamim (RN). Mediação: Bruno Paulino

18h – Sarau: Palavra Suja de Sangue – David Biriguy (PE)

19h - Café Literário: Personagens reais na literatura José de Almeida (DF) e Samir Machado (RS). Mediação: Ana Taciana Filgueira

 

DOMINGO

10h – Biblioteca Musical Infantil: Grupo Zip Zap

14h - Narração de histórias: Gorette Costa

16h - Vivência: Narrativas para Pais e Filhos: Mônica Ribeiro

17h - Oficina: Narrativas para Pais e Filhos: Mônica Ribeiro

18h - Sarau: Ave Cantadeira - Daniel Gonçalves (CAR)

Local: Espaço da Juventude

19h - Café Literário: Palavra escrita e como ato de resistência - Eliana Alves Cruz (RJ) e Flávia Péret. Mediação: Cícera Barbosa

 

SEGUNDA-FEIRA

10h – Biblioteca Narração de Histórias: Projeto Carambola

14h - Narração de histórias: Soraya Falcão

16h - Quiz Literário: Dragões do Eter

17h - Roda de Leitura: Diário de um Banana - Douglas Carioca

18h - Roda de conversa: Clube de leitura Geek - Douglas Carioca e Geomarque Sousa

19h - Café Literário: Reinos das palavras encantadas - Matheus Lins(CE) e Thiago Tizzot (PR). Mediação: Mariana Amorim

 

TERÇA-FEIRA

10h – Biblioteca: Lançamento de Livro A Menina dos Cabelos de Alfenim, de Fabiana Guimarães

14h - Narração de histórias: Roedores de Livros – Tino Freitas (FOR)

16h - Quiz Literário: Babi Dawet

17h - Roda de Leitura: Diário de um Banana - Douglas Carioca

18h - Café Literário: Babi Dawet. Mediador: Isabel Costa

 

QUARTA-FEIRA

10h – Biblioteca - Oficina de Teatro - Débora Frota

14h - Narração de histórias: Bichos, contos e encantos – Toni Edson (AL)

16h - Vivência de Teatro: Débora Frota

17h - Roda de conversa: Paginário – Selo Aliás

18h - Sarau: Poesia de quebrada - Sandro Sussuarana (BA)

19h - Café Literário: Mulher de palavra - Nina Rizzi (CE) e Rayane Leão (SP). Mediação: Jéssica Balbino

 

QUINTA-FEIRA

10h – Biblioteca Musical – Infantil - Grupo Zip Zap

14h - Narração de histórias: É ouro! Oba! – Toni Edson (AL)

16h - Roda de conversa: Livro livre e book crossing

17h - Poesia com Rapadura - Douglas Carioca e Lúcia Marques

18h - Sarau: A cidade é a mata – Marcia Wayna Kambeba (PA)

19h - Café Literário: Literatura em tempos de rede - Mel Ferras (SP) – Literature-se e Pedro Pacífico (SP) – Bookster. Mediação: Fernando Alves

 

SEXTA-FEIRA

10h – Biblioteca - Projeto Carambola (Teatro)

14h - Narração de histórias: Contos que encantam – Paula Yemanjá(CE)

16h - Poesia com Rapadura - Douglas Carioca e Lúcia Marques

17h - Café Literário: Narrativas contemporâneas Carlos Eduardo Pereira (RJ) e Cristiano Baldi (RS)

Mediação: Ana Taciana Filgueira

18h - Sarau: barulhento demais - Pedro Bomba (MG)

19h - Café Literário: A poesia das cidades - Meimei Bastos (DF) e Pedro Bomba (MG). Mediação: Talles Azigon

 

SÁBADO

10h – Biblioteca: Oficina de Colagem - Rosa Morena

14h - Narração de histórias: Paula Yemanjá (CE)

16h – Biblioteca: Oficina de Colagem - Rosa Morena

17h - Sarau: Encanto e poesia – irmãos Marinho (PE)

18h - Café Literário: Ferréz (PR). Mediação: Talles Azigon

19h – Batalha Slam das Minas (SP)

 

13/08/2019 10:22
Aprenda a preparar pratos da gastronomia francesa no Senac Ceará
Porgramação contempla cursos pela manhã, tarde e noite

A culinária francesa é uma das mais reconhecidas no mundo e tem mercado garantido na indústria gastronômica. ?Com cursos de formação básica até os de aperfeiçoamento profissional, a programação do Senac/Ce contempla cursos nos turnos da manhã, tarde e noite. Entre eles, você aprende a preparar diversos tipos de pratos quentes e frios da culinária francesa. 

Quer saber quais os cursos que estão com inscrições abertas? Dá uma conferida neste post. As aulas acontecem na unidade Centro. Mais informações: (85)3270.5400 ou através do site: http://cursos.ce.senac.br/.

Unidade Centro:
Cozinha Vegana - 20h
Período: 02/09/2019 a 06/09/2019
Preparação de Sanduíches Quentes e Frios - 20h
Período: 02/09/2019 a 06/09/2019
Cozinha Francesa - 20h
Período: 02/09/2019 a 06/09/2019
Culinária para iniciantes - 20h
Período: 02/09/2019 a 06/09/2019
Molhos Básicos e Derivados - 20h
Período: 02/09/2019 a 06/09/2019Fotógrafo - 190h
Período: 02/09/2019 a 07/11/2019
Técnicas de Shiatsu - 60h
Período: 02/09/2019 a 20/09/2019
Técnico em Óptica – 1200
Período: 05/08/2019 a 03/02/2019
Assistente de Pessoal - 160h
Período: 02/09/2019 a 18/11/2019

 

09/08/2019 01:12
Abertas inscrições para palestras, oficinas e talk shows no Senac Reference
No total, serão 16 oportunidades gratuitas de aprendizagem até o final do mês nas áreas de Design, Moda, Gastronomia, Beleza, Informática, Gestão e Negócios

O que fazer para ser referência no mercado de trabalho? Umas das formas de se destacar é investindo em constante atualização e conhecimento. Com uma proposta disruptiva e inovadora em educação profissional, a mais nova unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE), o Senac Reference, inicia as atividades a partir do dia 20 de agosto em regime de soft opening com oportunidades para quem busca ter diferencial competitivo no currículo. As inscrições estão abertas no site https://cursos.ce.senac.br/reference/

Com oficinas, palestras e talk shows para o público em geral, a programação oferta, até o final do mês, 16 oportunidades gratuitas de aprendizagem, com duração de 2h a 4h, nos segmentos de Design, Moda, Gastronomia, Beleza, Informática, Gestão e Negócios. “A ideia é que as pessoas visitem a nova unidade e degustem os nossos cursos e oficinas, vivenciando experiências que as incentivem em buscar novos conhecimentos para a vida pessoal e profissional”, explica a gerente do Senac Reference, Raquel Cajé.

Com uma proposta de unir conhecimento e novas experiências, a programação especial de abertura da unidade reúne profissionais renomados para dialogar com o público. Estudantes, pesquisadores e interessados pela área da Moda vão aprender sobre processo criativo no universo masculino com o estilista David Lee; e refletir sobre Gênero e Imagem com o estilista Lindemberg Fernandes. Já na gastronomia, a chef e pesquisadora do Observatório Cearense da Cultura Alimentar (OCCA), Mattu Macedo, irá apresentar sua tese de doutorado que tem como tema Bolo de Casamento, sua permanência simbólica e imutabilidade formal.

Sobre o Senac Reference

Localizada na Av. Desembargador Moreira, nº 1301, em Fortaleza, a unidade será o mais moderno espaço de educação profissional do Sistema Fecomércio no Estado. Os diferenciais da nova unidade prometem transformá-la em referência, sendo a primeira escola de educação profissional do Estado que reúne recursos como biblioteca com acervo virtual, além do físico; aromateca; modateca; Livraria Senac; Sala Google; cozinhas experimentais; café; snack bar e restaurante.

Programação de oficinas, palestras e workshops:

Moda

Oficina: Processo Criativo no universo Masculino com David Lee

Data: 28 de agosto

Horário: 09h às 12h       

Vagas: 20

Talkshow: Gênero X Imagem: reflexo social e atendimento personalizado em Moda e Beleza com Andrea Cerqueira, Joana – Salão Ritualle, Lindemberg Fernandes

Data: 28 de agosto

Horário: 19h às 21h       

Vagas: 50                            

Gastronomia

Debates OCCA: Tese Doutourado O Bolo de Casamento – A permanência simbólica e a imutabilidade formal do bolo de casamento; de Mattu Macedo / OCCA - Observatório Cearense da Cultura Alimentar

Data: 27 de agosto

Horário: 09h às 11h                                       

Vagas: 80

Informática

Oficina: Robótica

Data: 23 de agosto

Horário: 09h às 12h                       

Vagas: 20            

Idiomas

Palestra: Intercâmbio de estudo e trabalho para todas as idades

Data: 20 de agosto

Horário: 19h às 21h       

Vagas: 80

Palestra: Passo a passo para um intercâmbio bem-sucedido    

Data: 26 de agosto

Horário: 19h às 21h       

Vagas: 80

Gestão e Negócios

Palestra: Dicas e Estratégias de Coaching para Atingir Metas

Data: 27 de agosto

Horário: 19h às 21h

Vagas: 50

Palestra: E-commerce para o varejo – soluções integradas        

Data: 28 de agosto

Horário: 09h às 11h       

Vagas: 60            

Palestra: Alta Performance em Vendas

Data: 28 de agosto

Horário: 19h às 21h       

Vagas: 80

Palestra: Marketing para pequenos negócios  

Data: 29 de agosto

Horário: 19h às 21h                       

Vagas: 60                                           

Beleza

Oficina: Novas Tendencias na Maquiagem com Agda Paloma (Consultora Técnica Catherine Hill)

Data: 22 de agosto

Horário: 13h às 17h       

Vagas: 30            

Roda de Conversa: Terapia e Cuidados Capilares

Data: 30 de agosto

Horário: 10h às 12h       

Vagas: 30            

Talk Show: Sustentabilidade no Mercado da Beleza     

Data: 30 de agosto

Horário: 14h às 17h       

Vagas: 30            

Artes e Design

Oficina: Lettering

Data: 28 de agosto

Horário: 14h às 18h       

Vagas: 20 pessoas          

Oficina: Encadernação Manual

Data: 31 de agosto

Horário: 09h às 11h       

Vagas: 20

Oficina: Estruturas para livros experimentais

Data: 31 de agosto

Horário: 14h às 17h

Vagas: 20                                                                           

 

Serviço:

Cursos Senac Reference em soft opening

Local: Av. Desembargador Moreira, nº 1301, Aldeota

Data: de 20 a 31 de agosto

Mais informações: https://cursos.ce.senac.br/reference/

 

07/08/2019 01:33
Oito coisas sobre Frejat que você (provavelmente) não sabe
Confira curiosidades sobre o artista.

É pouco provável que você não conheça algumas músicas do Frejat. Seja em composições próprias ou em parceria com outros artistas, o cantor e compositor carioca conta com grandes hits como “Por Você”, “Segredos” e “Bete Balanço”, que já devem ter tocado em algum momento da sua vida. Mas o que será que você sabe sobre ele? Separamos uma lista com oito curiosidades a respeito da trajetória do músico, que já tem 38 anos de estrada.

A banda Barão Vermelho foi o início de sua carreira musical. Ele começou em 1981, como guitarrista, e assumiu os vocais quatro anos depois, com a saída de Cazuza, permanecendo até 2017. Atualmente segue em carreira solo.

A música “Malandragem” ficou eternizada pela voz da cantora Cássia Eller. No entanto, a composição feita por Frejat e Cazuza era destinada para outra cantora, Angela Rô Rô, que rejeitou a canção. Em 1994, Frejat ofereceu a música para Cássia, resultando num grande sucesso.

Aos dez anos de idade Frejat começou a ter aulas de violão, mas parou por se sentir desestimulado com o professor na época. Voltou a tocar o instrumento quatro anos depois e nunca mais parou.

De Jacob do Bandolim a Leon Russel, Frejat tem um gosto musical variado, passando por Stones, Hendrix, The Who, Bobby Womack, Rod Stewart, Novos Baianos, Céu, The Baggios, uma banda de rock de Sergipe, O Terno, Jorge Ben, Tito Puente, Jim Hall e Wes Montgomery.

Além de cantor, compositor e guitarrista, Frejat também é produtor e diretor musical. Em 1989 produziu o disco da banda punk paulista Inocentes. Seis anos mais tarde em 1995, foi o produtor musical do primeiro cd-tributo em homenagem a Roberto Carlos, “Rei”. No ano seguinte, produziu o álbum do grupo pernambucano Jorge Cabeleira e O Dia em que Seremos Todos Inúteis.

O videoclipe da música Segredos foi indicado ao Grammy Latino em 2003. O clipe feito em linguagem de animação marcou o início dos anos 2000 e ganhou o prêmio MTV.

Trilha sonora de gerações. Com canções marcantes desde os anos 80 com a banda Barão Vermelho e a parceria com Cazuza, Frejat teve suas músicas tocadas em novela pelo menos 19 vezes.

Das sete edições já realizadas do Rock in Rio no Rio de Janeiro, Frejat só não esteve presente em 1991. Em 1985 e 2001, o cantor e guitarrista participou com o Barão Vermelho. Em 2011, 2013 e 2017 apresentou shows da sua carreira solo. Já em 2015, participou do show de abertura do evento.

Com um repertório composto por músicas de toda a sua carreira, o ex-vocalista do Barão Vermelho traz a turnê “Tudo se Transforma” para Fortaleza, no próximo sábado (10/08), pelo projeto Viva Música do Sesc. Indo de “Puro Êxtase” a “Pro Dia Nascer Feliz”, Frejat promete um show dançante e cheio de emoção. “Desde o começo do Barão Vermelho até as últimas canções que tenho lançado nos últimos anos, passando por vários dos meus sucessos. Nele estou com minha banda e fazemos um show alegre, pra cima, onde também não faltam as baladas românticas que o público tanto gosta de cantar junto”, afirma.

 

 

05/08/2019 01:39
Seminário internacional propõe transformar a Chapada do Araripe em Patrimônio da Humanidade
Evento acontece de 6 a 9 de agosto nas cidades de Juazeiro do Norte, Crato e Nova Olinda. As inscrições estão abertas.

Os passos iniciais para a elaboração de um projeto maior: tornar a Chapada do Araripe um patrimônio da humanidade reconhecido pela UNESCO. O I Seminário Internacional do Patrimônio da Chapada do Araripe pretende expandir a paisagem do Cariri para além das fronteiras.

Transformar o acidente geográfico e o sítio arqueológico que atravessa os estados do Ceará, Piauí e Pernambuco em Patrimônio da Humanidade é a principal ideia do I Seminário Internacional do Patrimônio da Chapada do Araripe. Entre 6 e 9 de agosto, nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Nova Olinda, o evento pretende dar início a uma campanha de reconhecimento da Chapada como patrimônio através dos saberes e das práticas culturais do território interestadual. As inscrições podem ser feitas pelo site www.araripepatrimonio.com.br, de forma gratuita.

Através de um diálogo que vem acontecendo há aproximadamente dois anos, entre o Sistema Fecomércio Ceará, no braço do Serviço Social do Comércio (SESC), e da Fundação Casa Grande, o evento acontecerá com a presença de agentes culturais da região, mestras e mestres da cultura popular, palestrantes internacionais e nacionais, a exemplo de pesquisadores de Marrocos e Portugal, e representantes institucionais, tanto do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico e Nacional (IPHAN) como da Associação de Gestores Culturais do Algarve, entre outros.

Além disso, serão inaugurados três museus orgânicos em Juazeiro do Norte, Crato e Nova Olinda, ao lado da exibição de espetáculos e de exposições de artistas nacionais. Dos grupos de bacamarte aos de Reisado, Mestre Nena, no bairro João Cabral será um dos mestres que terá sua história contada através de exposição. No Crato, no bairro Seminário, a trajetória do Mestre Raimundo será apresentada por meio do barulho dos pifes da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto. Do ato de fiar, na localidade da Vila Alta em Nova Olinda, o quintal da Mestra Dinha se transformará em um ateliê de redes por meio da iniciativa.

O fomento de ideias sobre a diversidade cultural e o desenvolvimento sustentável também será ponto de partida do evento para mobilizar as redes municipais e estaduais. A chefia da Área de Proteção Ambiente do Araripe, assim como os Secretários de Cultura, do Estado do Ceará e do eixo Crajubar comporão mesas de debate. A contribuição da discussão acadêmica das Universidades Regional do Cariri e de Lisboa enfatizará a importância antropológica e arqueológica dos povos ancestrais e dos biomas da Chapada do Araripe.

Ao final do evento, serão apresentados as proposições e os encaminhamentos dos resultados do seminário. Um inventário com as articulações discutidas será composto através de um documento oficial, dossiê que constituirá os pontos de reconhecimento da cultura do Cariri por meio da influência da Chapada na história e na memória da região, a ser enviado para a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Serviço

I Seminário Internacional do Patrimônio da Chapada do Araripe

Dias: 6 a 9 de agosto

Local: Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda

Informações e inscrição: www.araripepatrimonio.com.br

02/08/2019 01:23
Dicas para não se enrolar aprendendo um novo idioma
Veja dicas do Senac Idiomas para aprender uma língua estrangeira de forma mais rápida e até divertida

Falar uma língua estrangeira às vezes parece muito complicado, especialmente para quem ainda está começando. Mas a verdade é que, embora seja algo que exige dedicação, aprender um novo idioma pode ser não apenas bastante útil, mas também divertido. E isso fica muito mais fácil se você não restringir o seu estudo à sala de aula. Os momentos com o professor e a turma são muito importantes, mas podem não ser suficientes para captar a essência e os pormenores de um idioma. A notícia boa é que algumas atitudes simples podem tornar esse aprendizado mais rápido e menos complicado.

Veja a seguir as dicas do Senac Idiomas para quem quer aprender uma língua estrangeira:

Cerque-se do novo idioma por todos os lados!

Você não precisa estar em um país de língua inglesa para se cercar de inglês, por exemplo. Encontre maneiras de tornar a língua parte da sua vida cotidiana em casa, como escrever sua lista de compras, ler o jornal, ouvir rádio, assistir filmes e séries no idioma original, escrever um diário naquela língua, ouvi-la no celular enquanto se desloca para o trabalho ou até mudar o idioma do seu celular já que você conhece todas as funções.

Faça amigos nativos de países que têm aquela como 1ª ou 2ª língua

Provavelmente há muitos estrangeiros morando na sua cidade ou mesmo passando as férias. Encontre maneiras de conhecer falantes nativos da língua que está estudando: frequentar bares e restaurantes estrangeiros, ingressar em clubes esportivos e sociais ou organizar intercâmbios de idiomas. Você pode até ser voluntário como guia em uma atração turística local para conhecer pessoas de todo o mundo. Outra coisa que você pode fazer é entrar em grupos de e-pal. São grupos de pessoas de todas as nacionalidades que se correspondem através de e-mail ou aplicativos de bate-papo. Busque na internet por e-pal e encontre entre as centenas de opções disponíveis para você, um ou mais que lhe agrade. Pratique também na própria escola que você estuda, com seus colegas de sala e professores.

Encontre parceiros de estudo

Caso você não encontre falantes nativos para praticar o idioma, encontre um parceiro de estudo, ou forme um clube e se reúna regularmente para falar o idioma. Vocês podem motivar um ao outro e aprenderão se ajudando mutuamente. Existem grupos para a prática de idiomas aqui mesmo em Fortaleza. Por exemplo, tem um grupo que se encontra todos os sábados no Centro Dragão do Mar a partir das 16:00 para praticar inglês.

Use materiais autênticos

Ler o novo idioma apenas em livros didáticos pode ficar entediante. Tente ler textos escritos para e por falantes nativos. Será um desafio no começo, mas muito mais interessante quando você puder fazê-lo. Se você não consegue encontrar livros ou revistas, use a Internet para encontrar notícias todos os dias ou mesmo e-books gratuitos.

Estabeleça metas realistas

Dê a si mesmo uma razão para estudar: o desejo de obter uma promoção, poder conversar com seus colegas estrangeiros, estudar no exterior ou passar suas próximas férias em um país de língua estrangeira. Defina metas de curto e longo prazo, e acompanhe seu progresso.

Faça o que fizer, divirta-se!

Aprender um idioma exige trabalho, mas é mais provável que você se atenha a ele se estiver se divertindo. Jogue videogames, faça palavras cruzadas, cante músicas, leia histórias em quadrinhos e não se preocupe muito em cometer erros. Cometer erros faz parte do processo de aprendizagem de qualquer língua, até mesmo a sua própria.

Para conhecer os cursos de idioma do Senac Ceará, acesse o site https://cursos.ce.senac.br/cursos

31/07/2019 05:04
Mostra Sesc de Culturas movimenta o Sertão Central do Ceará
No total, foram mais de 40 mil espectadores em 65 ações gratuitas

Após quatro dias intensos de programação cultural, de 25 a 28 de julho, a primeira Mostra Sesc de Culturas do Sertão Central movimentou ruas e espaços das cidades de Quixadá, Quixeramobim, Ibaretama e Senador Pompeu. O show de encerramento foi marcado pelo encontro inédito de dois importantes nomes da música brasileira – o cantor baiano, Moraes Moreira, e o compositor cearense, Fausto Nilo, que subiram ao palco para apresentar o espetáculo “Corações Democratas”.

Cantando na sua terra natal, Quixeramobim, em praça pública, Fausto Nilo, emocionado, também emocionou o público que acompanhou em coro todas as canções da dupla desde “Casa tudo azul” a “Chão da Praça”.

O sertão respirou arte e pulsou ainda mais vibrante. No total, foram mais de 40 mil espectadores em 65 ações gratuitas, envolvendo 305 artistas, mestres, escritores, brincantes e agentes culturais. O evento ativou 19 espaços públicos e equipamentos culturais com apresentações de música, artes cênicas, literatura, tradição, audiovisual, artes visuais e ações formativas.

Caminho pelo legado das artes

Desde o cortejo de grupos tradicionais cearenses, abrindo a programação em Quixadá e Quixeramobim, a população começou a se aproximar da energia que a Mostra Sesc de Culturas leva por onde passa. As artes cênicas levantaram temáticas e reflexões por meio de comédias e intervenções com críticas sociais sobre reciclagem e relações humanas. O intercâmbio de saberes entre grupos e artistas locais, nacionais e público rendeu discussões e aprendizagens nos Papos Criativos e nas apresentações musicais como, por exemplo, no cordel e repente, com cantorias tradicionais que envolveram a plateia em boas risadas.

Na literatura foi possível fazer um passeio pelo poético, fantástico e biográfico, por exemplo, com sarau, mesas redondas e lançamento de livros, impulsionando a arte criativa das letras. Quixadá tem como filha ilustre a escritora Rachel de Queiroz, que escolheu a cidade como terra natal, e um dos momentos marcantes foi a visita à Fazenda Não Me Deixes, local onde a autora passou fases de sua vida. Legado, memória e novas perspectivas se uniram durante os quatro dias, construindo novos caminhos para as artes na região.

De acordo com o gerente de Cultura do Sesc Ceará, Chagas Sales, a realização da primeira Mostra na região provou que é possível fomentar ações potentes no campo da cultura, principalmente com o apoio de parceiros. “As fricções de ideias criativas gerarão, sem sombra de dúvida, desdobramentos de ações e, possivelmente, numa próxima edição, nós teremos um potencial ainda maior de resultados”, relata.

Consolidada como um dos maiores encontros culturais do País, a Mostra Sesc de Culturas tem uma trajetória de 20 anos de experiência adquirida na região do Cariri. A expansão para o Sertão Central promoveu a valorização da riqueza artística e histórica da região, dialogando com outros saberes, ofícios e personagens de diferentes cidades.

O presidente do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola, destacou a importância das parcerias e da expectativa de ampliação da Mostra no Sertão Central. “No Cariri, começamos apenas no Crato e, ano passado, estivemos em 26 municípios. Esperamos também que a Mostra se espalhe aqui no Sertão Central, iniciando com quatro cidades e se multiplicando”.

Mostra Sesc de Culturas

 A cultura sempre figurou entre os principais pilares da atuação do Sesc – Serviço Social do Comércio a partir de ações de fomento e de promoção de acesso às artes. Enfatizando essa proposta, o Sesc CE realiza a Mostra Sesc de Culturas, programa de intercâmbio, estímulo e difusão cultural que reúne artistas, pesquisadores e público – do Ceará e de outros estados – em torno de apresentações, ações de formação e outras atividades.

29/07/2019 11:14
Missão Comercial impulsiona negócios entre Ceará e Argentina
Empresários e autoridades dos dois lugares estiveram reunidos na última semana

A Fecomércio Ceará deu o primeiro passo para a construção de uma relação comercial duradoura entre o Ceará e a Argentina. Assim definiu o presidente da Instituição, Maurício Filizola, ao abrir, na manhã desta quinta-feira, 25, a primeira Missão Comercial Argentina-Ceará. O evento faz parte do calendário de atividades da Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Argentina–Ceará, instalada na sede da Fecomércio em novembro de 2018.

O objetivo da Missão Comercial foi de promover a interação entre empresários e organizações dos dois países, com foco em gerar novos negócios e também em estreitar laços institucionais. “Estamos aqui para ajudar nessa construção, criar um ambiente de negócios duradouro”, reforçou Maurício Filizola.

A missão reuniu nove empresas argentinas de vinhos, azeites e alimentos orgânicos para se apresentarem a 14 empresários brasileiros, dentre eles o empresário Severino Neto, presidente dos Mercadinhos São Luiz. Foram as chamadas rodadas de negociação. Segundo o presidente do Sistema Fecomércio, esse foi um momento de aprendizado para que os empresários cearenses conheçam mais sobre o mercado argentino e se sintam confiantes em exportar os produtos do país vizinho.

O presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Argentina–Ceará, o empresário Cesar Roma, afirma que ainda existem muitas dúvidas dos empresários cearenses sobre a exportação de produtos, principalmente se são vantajosos para o mercado local. Por isso, destaca que esse evento foi importante para a troca de informações e para esclarecer dúvidas.

Segundo ele, na próxima Missão Comercial, será a vez dos empresários cearenses mostrarem nossos produtos aos argentinos, principalmente os produtos regionais, como a cajuína, por exemplo. “Dessa forma eles analisam o que é de interesse para eles e nós vamos ficar sabendo o que os empresários argentinos podem nos oferecer de produtos”, resume.

O Cônsul Geral da Argentina no Nordeste, Alejandro Funes Lastra, esclareceu que esse primeiro compromisso é para aproximar os empresários de ambos países. “Acreditamos que esse primeiro passo não tem que necessariamente fechar negócios, mas começar a nos conhecer, sabendo quais são os benefícios, vantagens e competitividade dos produtos do Ceará e da Argentina”, pontuou.

De acordo com o cônsul, com a continuação do trabalho que vem sendo realizado através da Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Argentina–Ceará a médio ou a longo prazo, deverá surgir um grande fluxo comercial entre o Nordeste do Brasil e a Argentina.

O presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), Eduardo Neves, assegurou que a Adece está à disposição para apoiar essa iniciativa. De acordo com ele, o Governo do Estado está sempre atento às novas e boas oportunidades para o Ceará, que, segundo ele, conta com uma boa logística para o crescimento de exportação e importação, citando como exemplo o Hub aéreo e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Câmara Argentina-Ceará de Comércio, Indústria e Turismo

Durante a missão, também aconteceu a assembleia de instalação da Câmara Argentina-Ceará de Comércio, Indústria e Turismo. A reunião, que contou com a participação de representantes do empresariado cearense e autoridades argentinas, teve o objetivo de oficializar a criação da câmara bilateral e a nomeação da diretoria. A ata de instalação e o estatuto foram assinados pelo Embaixador em exercício da República Argentina no Brasil, o ministro Rodrigo Bardoneschi, o presidente do Sistema Fecomércio Ceará, Maurício Filizola, e o presidente empossado da câmara, Cesar Roma.

Rodrigo Bardoneschi frisou a importância de estreitar laços com o Ceará nesse momento: “Essa aproximação com o Nordeste brasileiro é uma prioridade para nós agora. Acabamos de assinar um acordo com a União Europeia, que vai ser muito benéfico para nós, e o Ceará é muito importante nesse contexto, porque tem uma localização geográfica privilegiada”.

Em sua fala, Maurício Filizola destacou o papel da Federação: “Aqui, nós temos o compromisso de trazer oportunidades para os nossos empresários, e o que esperamos é poder facilitar isso para as empresas cearenses e também para as argentinas. Que seja um caminho de amizade, respeito e compromisso, e que possamos estar marcando a história do comércio no Ceará”, completou.

Estiveram presentes ainda no evento o Adido Comercial do Consulado da República Argentina em Recife, Dario Daniel Busto e o presidente da Câmara de Comércio Exterior da Adece, Marcos Pompeu.

26/07/2019 12:08
Jota Quest abre a primeira edição da Mostra Sesc de Culturas no Sertão Central
Com um público de cerca de 20 mil pessoas, a banda mineira abriu oficialmente a primeira edição da Mostra no Sertão Central

Uma nova história começou a ser escrita no Sertão Central. Com um público de cerca de 20 mil pessoas, cantando a uma só voz a música “Dias Melhores”, a banda mineira Jota Quest abriu oficialmente a primeira edição da Mostra Sesc de Culturas do Sertão Central nesta quinta-feira (25/07), na praça do Leão, em Quixadá. Até o dia 28 de julho, artistas, pesquisadores e público contam com 65 ações gratuitas entre shows, espetáculos, cinema, cortejos de tradição, exposições, ações de formação e outras atividades. 

Celebrando 25 anos de estrada com o show Jota Quest Acústico, Rogério Flausino, Marco Túlio, PJ, Paulinho Fonseca e Márcio Buzelin relembraram grandes sucessos e levantaram o público com pop rock romântico e animado. Entre “Amor Maior” e “Só Hoje”, um coral de fãs acompanhou as canções que atravessam o tempo e marcam gerações.

Para o presidente do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola, este é um momento histórico tanto para a região como para o Serviço Social do Comércio do Ceará, que amplia a Mostra Sesc, consolidada há 20 anos na região do Cariri, para outras cidades do Estado. “Essa Mostra tem uma origem e trajetória de sucesso baseado na experiência do Cariri que hoje contempla 26 municípios da região. Agora estamos expandindo e o Sertão Central entra definitivamente no circuito cultural da Mostra Sesc. Fizemos mapeamento e temos o propósito de incentivar os artistas da região e incrementar o comércio”, relata.

Além da programação cultural, o presidente também destacou o impacto que o projeto do Sesc gera para as cidades por onde passa e agradeceu a parceira das prefeituras municipais e do Governo do Estado. “É um presente compartilhado com os parceiros de estimular o desenvolvimento social e econômico, movimentando o comércio através da cultura e do turismo regional”. A 1ª Mostra Sesc de Culturas acontece também nas cidades de Quixeramobim, Ibaretama e Senador Pompeu até o dia 28 de julho.

O Sertão já virou Arte

O show de abertura foi à noite, mas o pontapé inicial da Mostra Sesc de Culturas aconteceu pela manhã com o cortejo de tradições, pelas ruas do centro de Quixadá. A população parou para assistir aos artistas que anunciaram a chegada da Mostra, entre eles: Bacamarteiros da Paz, Irmãos Anicetos, Banda de Música de Quixadá, Banda de Lata Criança Feliz, Reisado Discípulos de Mestre Pedro, Cia Lamparim, Boi Estrela e Grupo de Capoeira.

“É uma interação com a família toda, os pais voltam a ser crianças e as crianças esquecem os eletrônicos. Fazer parte da programação é uma realização profissional, a concretização de tudo o que a gente sonha e de toda a dedicação”, conta John Wellington, diretor da Cia Lamparim, que conquistou sorrisos do público.

Solidariedade

Como proposta de estímulo à responsabilidade social, o Sesc Ceará incentiva a doação de 2kg de alimentos para o acesso aos shows de abertura, encerramento e espetáculos da programação. O público participante pode exercitar a solidariedade, levando alimentos não perecíveis para as apresentações e todas terão pontos de coleta. Os alimentos arrecadados serão destinados ao programa Mesa Brasil Sesc e doados às instituições cadastradas pelo Sesc na região.

       de   4    
AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO