21/02/2020 11:30
Aprenda a make para arrasar no Carnaval
A instrutora do Senac Ceará, Aline Carvalho, dá as dicas para uma produção colorida e cheia de brilho.

Você é daqueles que se joga no período carnavalesco e gosta de “purpurinar” nos bloquinhos e na avenida? A instrutora do Senac Ceará, Aline Carvalho, ensina uma maquiagem passo a passo para compor um look colorido e cheio de brilho. No vídeo, ela dá dicas desde como preparar a pele para a make durar mais tempo até a aplicação dos cílios. 

Quer aprender mais sobre maquiagem? O Senac oferta diversos cursos para quem deseja aperfeiçoar seus talentos e atuar no mercado da Beleza. Para mais informações, acesse: https://cursos.ce.senac.br.

 

 

20/02/2020 04:52
Conheça riscos e oportunidades do mercado de criptomoedas
O pesquisador e professor da Universidade Estadual do Ceará, Jerffeson Souza, dá orientações para quem deseja investir

O mercado de criptomoedas continua chamando a atenção não só de quem já entende de investimentos, mas também de quem nunca investiu e quer apostar em uma oportunidade de alcançar lucros. Como se trata de uma moeda virtual, a negociação não passa por intermédio de bancos tampouco necessita de dinheiro físico, funciona somente pela internet em um processo protegido por criptografia, ou seja, códigos que proporcionam segurança das transações financeiras.

Assim como no mercado de ações da bolsa de valores, de acordo com o pesquisador e professor da Universidade Estadual do Ceará, Jerffeson Souza, as criptomoedas podem ser enxergadas como um ativo financeiro que pode ser negociado visando o lucro ou como reserva de valor. “Nesse caso você pode utilizar como um ativo de investimento seja comprando e vendendo ou comprando e guardando para esperar a valorização”.

Para quem nunca investiu nem sabe o que são as criptomoedas, Jerffeson orienta que é fundamental estudar sobre o mercado de investimentos, pois é uma área que apresenta particularidades em seu processo de negociação. Por exemplo, é um sistema gerenciado pelos próprios usuários por meio de uma conta de moedas virtuais, totalmente online. “A possibilidade de um investidor com pouco conhecimento técnico do que está fazendo, que não segue uma estratégia clara de investimento, perder dinheiro no mercado é muito grande. É importante entender da tecnologia para poder fazer uma avaliação mais precisa dos projetos, entender os riscos e trabalhar esse risco em favor do investidor”.

Como qualquer mercado de renda variável, o mercado de criptomoedas é muito volátil. As moedas sofrem frequentemente variações de dois dígitos, o valor cai pela metade em semanas, no entanto, também tem potencial de valorização muito grande. Essa volatilidade é o que pode gerar oportunidades para o investidor, já que o que possibilita o lucro na negociação é a diferença entre o valor de compra e o valor de venda.

Nesse caso, para além do que se compra, um fator que precisa ser analisado é quando se compra. Em meio a oportunidades de lucro e desafios com os riscos, o pesquisador Ph.D em Ciência da Computação pela School of Information Technology and Engineering da University of Ottawa, Canadá, faz um alerta: “Esse é um mercado muito arriscado porque não há como se garantir qualquer rentabilidade, pois pode tanto valorizar bastante como desvalorizar em uma proporção muito maior”.

Em qual investir?

Existem centenas de criptomoedas, Jerffeson afirma que além do bitcoin, que é a mais conhecida, outras moedas também são valorizadas em termos de valor de mercado. Como a Ethereum que é uma moeda muito utilizada em projetos de inovação, alimentando um ecossistema de desenvolvimento de soluções que é rede Ethereum; a Ripple, muito utilizada no ambiente bancário; e o Bitcoin Cash que tenta resolver problemas do bitcoin para torná-lo mais adequado ao uso como meio de troca. Cada um com um propósito. “Independente da moeda que vai investir é importante ter entendimento do que é o projeto e quem são as pessoas envolvidas, para que você tome a melhor decisão”, explica.

Tomada a decisão de investir, é importante também planejar os recursos financeiros para não comprometer a renda pessoal e familiar. A dica é investir apenas uma quantidade que possa ser perdida. “Você nunca deve investir qualquer tipo de recurso já alocado para qualquer obrigação financeira que já tenha na vida”, alerta Jerffeson Souza, complementando que é muito interessante investir, mas somente quando o investimento for trabalhado de forma inteligente.

Para quem tem interesse no mercado de investimentos de criptomoedas, assim como as possibilidades de negócios que a moeda pode gerar em diversos setores econômicos, o Inovacom – Hub de Inovação do Comércio, promove a palestra “O Futuro do Comércio: Blockchain e Criptomoedas” com o professor Jerffeson Teixeira de Souza, no dia 20 de fevereiro, às 19h, no Senac Reference. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas em https://fecomercio-ce.com.br/inovacom/.


Imagem: Pixabay

20/02/2020 01:51
Ainda dá tempo: customize seu abadá!
Quem dá as dicas é a instrutora de moda do Senac Ceará, Denise Tavares

Ainda é tempo para preparar um look para arrasar no Carnaval. A instrutora de moda do Senac Ceará, Denise Tavares, ensina uma forma simples e criativa para você customizar seu abadá ou a sua camiseta do bloco. 

Para aprender mais sobre o universo da Moda, o Senac conta com cursos rápidos, de formação básica e de aperfeiçoamento profissional. Quer saber quais os cursos que estão com inscrições abertas? Veja a programação de todas as unidades no Ceará no site: http://cursos.ce.senac.br/.

18/02/2020 10:32
Prêmio Sesc de Literatura recebe inscrições de obras inéditas até quinta-feira (20)

A carreira literária não é um caminho fácil para escritores independentes. Para que suas obras cheguem aos leitores, muitos custeiam a impressão dos livros e divulgam por conta própria, outros entram no concorrido mercado editorial até encontrar um selo que aposte na sua obra, mesmo que as vendas de livros no Brasil venham encolhendo nos últimos anos.  

A crise no mercado livreiro causou a redução de 43,37 milhões no número total de exemplares produzidos no Brasil em 2018, de acordo com o último relatório Produção e Venda do Setor Editorial Brasileiro, lançado pela Câmara Brasileira do Livro e parceiros. 

Esse cenário distancia ainda mais o sonho de se tornar um autor ou autora publicada.

Os concursos literários como o Prêmio Sesc de Literatura são a  oportunidade de ver as histórias materializadas em páginas, conhecidas por novos públicos e fazendo parte do repertório cultural dos leitores.

Com inscrições online abertas até 20 de fevereiro, o Prêmio recebe obras inéditas nas categorias conto e romance. Desde a sua criação, em 2004, mais de 14 mil livros foram inscritos e 29 novos autores foram revelados.

Comissões julgadoras compostas por escritores, especialistas em literatura, jornalistas e críticos literários vão fazer a curadoria, e os autores escolhidos terão suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de 2 mil exemplares

No rol de vencedores estão pessoas com profissões muito distintas do trabalho literário, há doutora em Direito, professor de Engenharia, psicanalista, médicos, jornalistas, entre outros.

No ano passado, o livro de um professor de Português e Literatura de Cuiabá foi escolhido entre os mais de mil romances inscritos.

Há cerca de quatro anos, Felipe Holloway  vinha lapidando o livro ‘o legado de nossa miséria’. Em entrevista ao Sesc Mato Grosso, o autor explica sua persistência, já que a história do encontro entre um crítico literário e um autor foi reescrita e aperfeiçoada pacientemente por ele.

“Fui acrescentando algumas coisas, retirando outras até ganhar essa forma final e o Prêmio vir”, lembra o autor.  Felipe cursa mestrado em Estudos Literários na UFMT, mas a decisão de se profissionalizar como escritor veio bem antes.

“Eu queria me profissionalizar, mas via a realidade do mercado editorial brasileiro e as dificuldades de você chegar a publicar de fato com uma grande editora”

Um estudante de Filosofia foi o vencedor da categoria Contos . Entre 926 propostas para o Prêmio Nacional do Sesc no ano passado, o mineiro João Gabriel Paulsen venceu com o livro ´O Doce e o Amargo`. Seu hábito de leitura desde a infância foi o motor da criação literária que o levou a uma experiência de autoconhecimento.

“Produzi esse livro também tentando me compreender, foi um exercício de mim mesmo”, afirma ele ao Canal Sesc Brasil

Conheça o Prêmio Sesc de Literatura e inscreva-se

Legenda: O estudante João Gabriel Paulsen e professor de Português Felipe Holloway venceram a edição de 2019 (Imagem: Pedro Abude)

17/02/2020 04:11
Educadores buscam inclusão para crianças com transtornos
Ambiente escolar pode promover convívio saudável e acolhimento

Contrariando o diagnóstico de autismo severo, Marcus Paulo de Melo Costa é visto por sua avó como um menino alegre e comunicativo. O transtorno muitas vezes acarreta dificuldades de interação social e de linguagem, o que não é o caso do aluno do 9º ano da Escola Educar Sesc. “Ele chega no colégio e cumprimenta desde o professor ao vigia, é uma criança muito comunicativa. Essa característica dele é diferente dos outros autistas que querem se isolar, ele não”, afirma a avó Maria Terezinha de Jesus Brito.

Quando chegou na escola ainda pequeno,  ela percebia que o neto não interagia com os outros, hoje o menino ganhou o título de “garoto propaganda” por sua simpatia. Os primeiros sinais de autismo foram notados pela família pelo atraso para falar e andar. Terezinha lembra que, por volta de dois anos, ele começou a estudar e ao longo do tempo foi demonstrando sua inteligência para aprender.

A escola é fundamental para que as crianças com deficiência se desenvolvam. “Após a socialização e convívio no ambiente escolar, os alunos apresentam avanços no processo de aprendizagem cognitiva”, explica a diretora Katiussia Reis.

Cada pessoa pode apresentar ritmos diferentes de evolução, seja na comunicação, interação social, personalidade, intelectualidade ou desenvolvimento físico. Conforme avança o conhecimento científico sobre as particularidades cognitivas, mais as escolas entendem o desafio de inclusão na aprendizagem, o que vai exigir do educador e toda equipe o esforço para adaptar métodos, superar estigmas e promover convívio saudável na escola.

A abordagem correta para que as relações não sejam traumáticas para o aluno com deficiência vai depender de muitos fatores, alguns deles são a capacitação constante dos professores e o cuidado para que toda a comunidade escolar acolha e respeite as diferenças.

A proposta pedagógica das Escolas Educar Sesc prevê a educação inclusiva, tanto no conteúdo curricular, quanto no cotidiano da escola. Um dos princípios educativos do Sesc é de que “A escola contemporânea está inserida num contexto multicultural e diverso, no qual ecoa uma polifonia de sujeitos que trazem suas marcas, seus desejos, seus direitos e suas histórias” (Proposta Pedagógica Educar Sesc)

De acordo com a diretora, a escola tem alunos com diagnóstico de autismo, hiperatividade, Síndrome de Down, déficit de atenção, bipolaridade, Asperger, entre outros transtornos de desenvolvimento.  Estas são apenas algumas dos distúrbios listados no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, elaborado pela Associação Psiquiátrica Americana, que apresenta mais de vinte categorias, como disfunções neurocognitivas, de personalidade, motoras e de aprendizagem.

Para estes alunos, a escola oferece assistência pedagógica e espaço de recursos lúdico-pedagógicos. Para os professores, investe na formação em educação inclusiva, para que compreendam as particularidades de cada transtorno. Com a família, os educadores buscam aproximação e parceria para o desenvolvimento das crianças e jovens.

A inclusão é positiva para toda a escola, inclusive para os alunos sem deficiência. “O convívio saudável com quem é diferente e a promoção do desenvolvimento das habilidades socioemocionais fortalece e garante a formação integral do aluno”, afirma a diretora.

Um dos momentos de formação pedagógica que o  Sesc vai realizar é o Congresso de Educação Sesc Senac, que acontece de 27 a 29 de fevereiro em Fortaleza. Com a participação de mais de 700 educadores do Sesc e Senac,o encontro aborda temas como os desafios da Inclusão e Intercultura em sala de aula. Saiba mais 

 

14/02/2020 03:04
Pele bonita e saudável requer cuidados
A esteticista do Núcleo Sesc Saúde fala sobre a importância de cuidar da pele e dá dicas valiosas

Sol, calor, vento, poeira, poluição, hábitos alimentares e muitos outros fatores afetam diretamente a nossa pele. Cuidar bem do maior órgão do corpo humano é importante não só esteticamente, mas para nossa saúde. E nessa época do ano, Carnaval, vários bloquinhos na rua com muito sol, a pele pede mais cuidado. Gerlany Souza, esteticista do Núcleo Sesc Saúde, fala um pouco sobre a importância do cuidado com a pele e dá dicas de como manter sua pele linda.

De acordo com a esteticista, ao passar dos anos a pele vai perdendo a elasticidade e apresentando os inevitáveis sinais do tempo. Por isso, os cuidados diários nos garantem envelhecer com uma pele bonita e saudável, e devem começar cedo.

Ela informa que geralmente é na adolescência que surgem as primeiras alterações, por conta dos hormônios, hábitos e fatores genéticos. “Essa seria a primeira fase de cuidados que se estende por todas as outras”, pontua.

Mas antes de começar a usar qualquer tipo de produto, Gerlany Souza destaca ser de extrema importância fazer uma avaliação com um profissional habilitado. “Cada pele tem suas características e necessidades. O uso do cosmético adequado faz toda a diferença no tratamento, manutenção e prevenção dos cuidados”, avisa.

De acordo com ela, é o dermatologista que faz uma anamnese detalhada da pele e indica as orientações de acordo com necessidade e queixa de cada paciente.  Outro detalhe importante é que os cuidados durante o dia são diferentes da noite.

“Durante o dia é quando nossa pele fica mais exposta então é fundamental não esquecer a proteção. Já durante a noite é o momento de descanso do corpo e da pele, é aquela hora que nosso rosto absorve os nutrientes e vitaminas. Esse seria a hora ideal para usar produtos específicos de tratamento de acordo com a orientação do esteticista”, explica.

Confira sete dicas especiais para ter uma pele linda e saudável:

Fica a dica:

1. Limpeza – Uso do sabonete correto: Sempre de preferência os sabonetes líquidos, são mais higiênicos e impedem a proliferação de acnes.

Lembrando que para cada tipo de pele há um tipo de sabonete específico. E uma dica muito importante:  nunca use sabonetes corporais no rosto, pois a necessidade e PH da pele muda de uma região para outra.

2. Protetor: Use protetor solar de 3 em 3 horas, mesmo em dias nublados, pois não é somente o sol que prejudica nossa pele. Fatores externos como luzes artificias, poluição e calor também são prejudiciais.

3. Esfoliação: Esfoliar uma vez por semana ajuda no processo de renovação.

4. Hidratação – Beber bastante água: Assim como todo o corpo, a pele também se beneficia de uma boa hidratação. Um corpo hidratado é um corpo saudável.

5. Tirar sempre a maquiagem: A maquiagem pode carregar sujeiras, poluição e suor. Não tirar corretamente, todos os dias, pode favorecer o surgimento de acnes e infecções na pele. Então, demaquilar é fundamental no processo da rotina de cuidados.

6. Rotina ideal para o dia: Lavar, tonificar, hidratar e proteger.

7. Rotina ideal para a noite: Demaquilar, lavar, tonificar e tratar com os produtos indicados por um profissional.

13/02/2020 11:19
Descubra o mundo das moedas digitais em palestra do Inovacom. Inscreva-se!
PH.D pela Universidade de Ottawa explica como as Blockchain e Criptomoedas podem influenciar o futuro do Comércio

A utilização de moedas digitais cresce, no mundo todo, alavancando também a tecnologia que sustenta, a Blockchain. Essas novas tecnologias têm gerado negócios promissores em diversos setores econômicos e já têm impactos na área comercial, internacionalmente. Ao promover a palestra O Futuro do Comércio: Blockchain e Criptomoedas, o Inovacom – o Hub de Inovação do Comércio, propõe a discussão desses avanços no setor comercial nacional. Quem realiza a palestra é o professor Jerffeson Teixeira de Souza, no dia 20 de fevereiro, às 19h, no Senac Reference. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas em https://fecomercio-ce.com.br/inovacom/.

PH.D em Ciência da Computação pela School of Information Technology and Engineering da University of Ottawa (Canadá), Jerffeson vai apresentar as tecnologias de Blockchain e Criptomoedas, compartilhando informações sobre a sua pesquisa. O foco é o desenvolvimento de soluções inovadoras baseadas nessas tecnologias.

“Vamos discutir possíveis inovações que as tecnologias de Blockchain e Criptomoedas podem trazer para o setor do comércio e levantar as oportunidades que essas trazem no fortalecimento da competividade das empresas que atuam nesse setor”, explica o professor. A palestra tem como público-alvo gestores, empresários e interessados na área de inovação no comércio.

Inscreva-se

Sobre o Inovacom – De acordo com o consultor de relacionamento institucional do Senac Ceará, Luis Antônio Rabelo Cunha, o Hub de Inovação do Comércio foi criado para desenvolver a cultura de inovação e contribuir para que o empresariado acompanhe de perto as mudanças, uma das principais é o crescimento do comércio eletrônico. “O varejo virtual tem crescido a uma taxa média superior ao varejo físico nos últimos anos, acreditamos que todas essas mudanças não permitem adiar a decisão de inovar”, afirma.

Á frente da iniciativa, a Fecomércio Ceará representa mais de 150 mil empresas do comércio de bens, serviços e turismo e tem concentrado esforços para a atualização deste setor, que representa mais de 75% do PIB estadual. Em março de 2019 criou o Conselho Empresarial de Tecnologia e Inovação, que tem realizado missões técnicas para conhecer centros de inovação em todo o mundo.

Sobre o Sistema Fecomércio 

O Sistema Fecomércio é formado pela Fecomércio, pelo Sesc, pelo Senac, e pelo IPDC, instituições privadas, criadas e mantidas pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo.

Juntas, a Fecomércio, o Sesc, o Senac e o IPDC atuam como um Sistema, em que cada instituição tem seu papel e missão, transformando a vida do trabalhador e colaborando com os empresários do comércio.

Por meio da Fecomércio, auxilia no fortalecimento e defesa do segmento do comércio de bens, serviços e turismo; pelo IPDC leva informação e dados por meio da realização de pesquisas de mercado e tendências de consumo; via Senac, atua na qualificação profissional, e por meio do Sesc, realiza milhares de ações em educação, cultura, esportes, lazer e promoção social.

Palestra Inovacom - Hub de Inovação do Comércio
O Futuro do Comércio: Blockchain e Criptomoedas
Dia: 20 de fevereiro
Horário: 19h
Local: Senac Reference (Av. Des. Moreira, 1301 – Aldeota)
Palestrante: Jerffeson Teixeira de Souza, PH.D em Ciência da Computação pela Universidade de Ottawa (Canadá)
Incrições online

12/02/2020 04:28
O que saber antes de escolher seus óculos de grau?
Muito além da estética, a saúde ocular precisa ser levada em consideração

Embora tenham se tornado itens de moda, a escolha dos óculos de grau vai muito além de questões estéticas. Fatores como o material das lentes e das armações, o tamanho das lentes e o ajuste do objeto no rosto podem fazer diferença em como vai ficar a visão da pessoa e também o conforto ao usar o acessório. Por isso, é tão importante contar com a ajuda de uma profissional bem capacitado na hora de fazer essa escolha. Para ajudar àqueles que estão procurando um novo modelo, pegamos algumas dicas com Paulo Oliveira, instrutor do curso Técnico em Óptica do Senac Ceará.

Lentes de contato ou óculos?

De acordo com o profissional, essa escolha depende de muitos fatores, como qual o problema de visão que precisa ser corrigido e o grau necessário. No entanto, Paulo alerta que, para as pessoas que desejam usar as lentes de contato por causa de problemas de visão, o ideal é ter também óculos. “Não se deve usar as lentes o dia inteiro, para não acarretar problemas futuros a visão, como olhos vermelhos e lacrimejamento excessivo”, explica.

Material da lente

Existem diversas opções de materiais para as lentes dos óculos. Alguns dos mais comuns são vidro, resina, policarbonato e acrílico. Cada material vai variar em características como leveza, resistência, espessura e capacidade para graus mais altos. Por exemplo, as lentes de policarbonato são muito resistentes e podem ser finas mesmo com graus mais elevados. Já as de resina, que são mais baratas, são indicadas para graus mais baixos.

Tratamentos das lentes

Além do material, as lentes podem receber uma série de tratamentos que vão garantir diferentes funcionalidades a elas. Entre eles estão antirreflexo, que diminui a formação de imagens refletidas nas lentes; o antirrisco, que reduz o risco de arranhões; fotossensível, que escurece na incidência de luz solar e ainda filtro UV, protegendo os olhos dos raios solares.

Armação

O material e o formato da armação normalmente são os aspectos mais valorizados pelos consumidores na hora da escolha, mas eles também devem estar de acordo com as lentes. Por exemplo, para quem precisa de lentes multifocais, armações com lentes pequenas não são indicadas.  Paulo ressalta que “o cliente sempre procura estética e os modismos do momento, cabe ao profissional que o atende cuidar da parte técnica, para que não surjam desconfortos como peso excessivo e espessura aparente”.

Local da compra

Para garantir a saúde dos olhos, também é muito importante estar atento à ótica em que a compra será realizada. Tantos os óculos de grau quanto os esportes devem ser feitos por profissionais qualificados e com materiais de qualidade.

E para quem quer se qualificar para atuar nesse mercado, a dica é curso Técnico em Óptica do Senac Ceará. Para mais informações, acesse cursos.ce.senac.br.

 

 

10/02/2020 04:24
No ritmo do carnaval: aprenda as coreografias para curtir as festas
Atividades, que integram o projeto Sesc Folia, são gratuitas e abertas ao público

Uma das expectativas para muitos foliões antes do carnaval chegar é saber qual vai ser a música hit do ano. Aquela que vai tocar todos os dias e virar a coreografia mais reproduzida no agito. Como o carnaval não chegou ainda, o que fazer para se preparar? Nesse clima de diversão e movimento, o Sesc Fortaleza realiza, durante fevereiro, aulas de ginásticas e ritmos para ensinar as coreografias do momento e fazer bonito nos quatro dias de folia. As atividades, que integram o projeto Sesc Folia, são gratuitas e abertas ao público.    

Mistura de música, movimentos coreografados e muita animação, o FitDance faz bem para o corpo e mente e é um dos destaques da programação do Sesc Fortaleza no período. As aulas acontecerão nos dias 13 e 27 de fevereiro, a partir das 17h. O Sesc Folia realizará ainda aulões de ritmos de Carnaval no dia 17 de fevereiro, com turmas às 6h30, 12h e 17h30.

O Sesc Fortaleza promoverá ainda Aula de Aerobike no ritmo de carnaval, no dia 18 de fevereiro, às 6h30, 12h e 17h30, e de FitDance, no dia 19 de fevereiro, a partir das 16h30. Já no dia 20 de fevereiro, às 17h30, a animação ficará por conta de um aulão de ritmos na Beira Mar. Para finalizar, no dia 21/02, às 17h30, os foliões terão a chance de participar de um divertido Desafio de Step na própria unidade do Sesc Fortaleza.

A programação do Sesc Folia, assim como as ações do programa Caia na Folia Com Sua Saúde em Dia, estão disponíveis no site do Sesc e na plataforma Vem Pro Sesc.

SERVIÇO: 

Sesc Folia – programação Sesc Fortaleza

FitDance

Dia: 13 e 27 de fevereiro

Horário: 17h

Local: Sesc Fortaleza – Rua Clarindo de Queiroz, 1740, Centro

Entrada: gratuita

Aulões de ritmos de Carnaval

Dia: 17 de fevereiro

Horário: 6h30, 12h e 17h30

Local: Sesc Fortaleza – Rua Clarindo de Queiroz, 1740, Centro

Entrada: gratuita

Aerobike

Dia: 18 de fevereiro

Horário: 6h30, 12h e 17h30

Local: Sesc Fortaleza – Rua Clarindo de Queiroz, 1740, Centro

Entrada: gratuita

FitDance

Dia: 19 de fevereiro

Horário: 16h30

Local: Sesc Fortaleza – Rua Clarindo de Queiroz, 1740, Centro

Entrada: 1kg de alimento

Aulão de ritmos

Dia: 20 de fevereiro

Horário: 17h30

Local: Beira Mar

Entrada: Gratuita

Desafio de Step

Dia: 21 de fevereiro

Horário: 17h30

Local: Sesc Fortaleza – Rua Clarindo de Queiroz, 1740, Centro

Entrada: 1kg de alimento

 

       de   13    

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO