Morre Jocélia Silva, a menina que aparentava 70 anos

A pequena Jocélia, de Sobral, emocionou o Brasil com sua história de vida

Postado 21/02/2013 | 20:42

Depois de emocionar o Brasil com sua história de vida, a sobralense Jocélia da Silva – vítima de uma doença rara, a progéria ou síndrome de Hutchinson-Gilford, faleceu na tarde desta quinta-feira (21), em Fortaleza. A pequena Jocélia ficou conhecida nacionalmente depois que ganhou uma casa do Programa do Gugu. Ela estava na capital cearense para fazer uma cirurgia ortopédica e sofreu uma parada cardíaca após uma anestesia.

Jocélia da Silva apresentava sinais de envelhecimento compatíveis aos de uma pessoa de 70 anos, apesar da idade cronológica de apenas 12 anos. Ela foi uma das crianças encontradas após o lançamento de uma campanha mundial para identificar portadores de uma doença rara que causa o envelhecimento precoce.

A progéria ou síndrome de Hutchinson-Gilford é causada por uma mutação genética que faz com que a pessoa envelheça de cinco a dez vezes mais rápido do que o normal – a expectativa de vida para portadores da doença é de apenas 13 anos. 

A Fundação de Pesquisa Progeria (PRF, em inglês), entidade norte-americana criada há 11 anos para financiar pesquisas sobre a doença, estima que existam no mundo cerca de 200 casos. Até outubro de 2009, a fundação havia conseguido identificar apenas 52 crianças. Por isso, a campanha adotou o slogan Encontre as Outras 150.

Confira vídeo da pequena Jocélia no Programa do Gugu:

Comentários