Specified cast is not valid.

Nota de Esclarecimento à sociedade fortalezense

Grupo Cidade de Comunicação reafirma seu compromisso com a democracia e o respeito à Justiça

Postado 25/10/2012 | 13:46

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em respeito aos valores consagrados pelo regime democrático no Brasil, que cultivam o pleno exercício da liberdade de expressão e de manifestação do pensamento, o GRUPO CIDADE DE COMUNICAÇÃO reafirma seu irrestrito compromisso com a disseminação de informação jornalística de qualidade, embasada na busca do fato verdadeiro, agindo com lealdade e seriedade perante o cidadão que lhe honra com sua audiência esmagadora no Estado.

A credibilidade e o conceito desta emissora, conquistados ao longo de décadas perante a sociedade cearense e que contribuem vigorosamente para a consolidação e a perpetuação da democracia no Brasil, se expressam na postura de exemplar cumprimento às regras que disciplinam o processo eleitoral justo, assegurando a normalidade e a legitimidade da disputa pela alternância no poder político, com atuação marcada pela imparcialidade e absoluta isenção.

O recente acatamento de comando enfático, estampado em ordem emanada da Justiça Eleitoral, determinando a retirada do ar de propaganda política por ela considerada ofensiva à legislação eleitoral, sob inteira responsabilidade de candidatos e seus partidos, acabou ensejando ataques injustos contra a imprensa local que vem atuando com inequívoca neutralidade e impessoalidade, concretizando o objetivo da República de construir uma sociedade livre, justa e solidária, referenciando o Estado Democrático de Direito, alcançado com tanto esforço pelas gerações de lideres políticos que exercem atualmente a soberania popular em todas as esferas de poder. 

A efervescência na proximidade da eleição, que acirram animosidade entre aqueles que se digladiam na luta pelo convencimento do cidadão, precisa ser legitimamente mantida na arena política sendo a Justiça Eleitoral, acaso incorrida lesão a direito, acionada para intervir, restabelecendo a normalidade garantidora da legitimidade do pleito.

Na democracia, não se agride nem se rebela contra a liberdade de imprensa, especialmente quando cumprida decisão do Poder Judiciário, sob pena de representar a fragilização dessa garantia constitucional uma ameaçada a toda sociedade que deve cultivar o pluralismo político. 


Grupo Cidade de Comunicação

Leia aqui a liminar expedida pela Justiça Eleitoral

Comentários