NOTICIAS | BRASIL

Celso de Mello libera vídeo de reunião ministerial

Sérgio Moro disse que Bolsonaro queria interferir politicamente na Polícia Federal
Postado em 22/05/2020 | 19:29
Foto: Isac Nóbrega/PR

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou o acesso ao vídeo da reunião ministerial realizada no dia 22 de abril, no Palácio do Planalto. A decisão foi tomada no inquérito em que se apuram declarações feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro acerca de suposta tentativa do presidente Jair Bolsonaro de interferir politicamente na Polícia Federal. Com a decisão, qualquer cidadão poderá ter acesso ao conteúdo do encontro de ministros com o presidente Jair Bolsonaro.

O decano autorizou, ainda, o acesso à íntegra da degravação do vídeo. A única restrição imposta foi a trechos específicos em que há referência a dois países com os quais o Brasil mantém relação diplomática.

Em uma parte da reunião, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu na reunião ministerial com o presidente Jair Bolsonaro, em 22 de abril, que o governo pensasse em colocar "vagabundos" e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) na cadeia e disse que o governo dialoga demais.

"Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF", afirmou.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO