NOTICIAS | FORTALEZA

Plataforma cadastra voluntários para ajudar grupo de risco

Quem se cadastrar pode fazer compras no supermercado e farmácias, evitando o risco de contaminação
Postado em 30/03/2020 | 16:56
Plataforma pode ajudar grupo de risco na hora das compras. (Foto: Claudiano Rocha/TV Cidade)

Uma startup cearense desenvolveu uma plataforma para que voluntários possam se cadastrar e auxiliar pessoas que estão no grupo de risco para o novo Coronavírus. A rede de solidariedade funciona, inicialmente, em Fortaleza. A ideia é que os voluntários inscritos possam executar atividades de rotina para os mais vulneráveis, como fazer compras no supermercado e ir à farmácia, reduzindo o risco de contaminação. 

Segundo Mariana Lecas, gerente de inovação da startup ICC Biolabs, a plataforma é uma maneira de agilizar o atendimento às pessoas que precisam de isolamento diante da pandemia. "Observamos essa movimentação e necessidade de ajuda nas redes sociais, onde mais jovens auxiliam idosos e pessoas com enfermidades, a partir daí decidimos criar o projeto para ser uma plataforma que todos possam acessar, se cadastrar e ajudar a quem tiver mais próximo”, explicou.  

Como se cadastrar
Ao entrar na plataforma, busque a aba “Ofereça Ajuda” e cadastre dados como nome, telefone, endereço, além de responder perguntas sobre qual bairro você pode ajudar e como você pode oferecer essa ajuda. Estão disponíveis opções de fornecimentos de serviços voluntários de alimento, babá, cuidado, ligar / conversar, fazer mercearia, passear com cachorro, transporte, entre outros.

Saiba como pedir ajuda
Ao entrar na plataforma, busque a aba “Pedir Ajuda” e veja a lista de voluntários disponíveis, serviços que se dispuseram a ajudar e em qual região de atuação. Após a identificação, basta entrar em contato com o voluntário e alinhar diretamente a dinâmica da ajuda.  

Medidas para evitar riscos de contágio
A orientação é que pessoas com sintomas de gripe não devem se oferecer para nenhuma atividade para evitar contaminação a quem está no grupo de risco. O mesmo pedido é feito a quem solicita ajuda para que não haja risco de contágio com voluntários. A recomendação também se aplica a pessoas que tiveram contato com pessoas diagnosticadas com a covid-19 e que, mesmo assintomáticas, se encontrem em quarentena. 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO