NOTICIAS | CEARÁ

Médico é preso após atirar em funcionária no Cariri

Vítima relata ter sido baleada ao pedir demissão. O suspeito conta que a discussão começou por conta de um telefone celular
Postado em 23/01/2020 | 16:21

Um médico foi preso em Juazeiro do Norte, no Cariri, após lesionar com um disparo de arma de fogo uma funcionária. O homem foi encontrado na rua, na última terça-feira (21), no bairro Socorro, portando uma pistola calibre 380, que foi apreendida.

A Policia Militar foi chamada por volta de 22 horas, após denúncia sobre um homem armado trafegando em via pública. A composição seguiu até o endereço informado e se deparou com Mário Genuíno Dourado (76). Com ele, foi encontrada a arma de fogo. Já no interior do imóvel, os policiais militares localizaram a mulher de 44 anos, que apresentava sangramento decorrente da lesão no ombro.

A vítima foi socorrida e encaminhada à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Em depoimento, ambos apresentaram versões distintas. A vítima do tiro alegou que foi atingida com o disparo após pedir demissão ao médico. De acordo com ela, eles teriam discutido porque o homem teria afirmado que pagaria um valor de R$ 400 pela rescisão trabalhista.

Na versão do médico, a mulher o agrediu após uma discussão por causa da aquisição de um aparelho celular. Temendo pela própria vida, ele teria atirado contra a funcionária. O profissional de saúde foi autuado em flagrante por lesão corporal dolosa de natureza grave e também por porte ilegal de arma de fogo, uma vez que o homem, apesar de possuir registro para a posse da pistola, foi encontrado portando o instrumento em via pública.

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO