NOTICIAS | CEARÁ

Três são condenados por tortura e execução de mulheres

Vítimas foram retiradas de coletivo e executadas por fazer símbolo de facção criminosa
Postado em 03/12/2019 | 13:13

A Justiça cearense sentenciou Wesley Carlos, Rivania Emile e Gernanda do Nascimento a, respectivamente, 42, 39 e 39 anos de reclusão por homicídio triplamente qualificado e por organização criminosa qualificada pelo uso de arma de fogo. O trio executou duas mulheres, em setembro de 2017, na Barra do Ceará, após uma das vítimas fazer o símbolo de uma facção criminosa.

Karolina Morais e Luziara Rodrigues estavam em companhia de amigas, no dia 16 de setembro de 2017, quando decidiram ir a um baile na favela do Oitão Preto e seguiram dentro de um transporte coletivo. Os sentenciados, que pertenciam à facção rival, sentiram-se incomodados pela expressão feita por uma das mulheres e foram em direção às vítimas e suas amigas. Em determinado ponto da Avenida Leste Oeste, as vítimas foram arrancadas do coletivo e levadas pelos denunciados.

No dia seguinte, os corpos das duas vítimas foram encontrados com as cabeças raspadas, sinais de torturas e lesões provocadas por projéteis. De acordo com a a Secretaria das Promotorias de Justiça do Júri, Wesley Carlos Negreiros Nascimento corrompeu os réus menores de idade para a prática de crimes.

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO