NOTICIAS | POLÍCIA

Advogada suspeita de vínculo com facção cearense é presa

O esquema foi denunciado em reportagens exclusivas da TV Cidade Fortaleza
Postado em 13/11/2019 | 17:03
Advogada participava de esquema que envolvia integrantes de uma organização criminosa. (Fotos: Reprodução/TV Cidade)

O Comando Tático Rural da Polícia Militar (Cotar-PM) prendeu, na tarde desta quarta-feira (13), Elisângela Maria Mororó. A advogada é apontada como participante de um esquema que envolvia profissionais do Direito e integrantes de uma facção criminosa cearense. Ela foi encontrada no município de Catarina, 394 km de Fortaleza. O esquema foi revelado em reportagens exclusivas da TV Cidade Fortaleza. 

A advogada chegou à  Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) em sua caminhonete, conduzida por dois policiais militares. Elisângela manteve seu rosto coberto por um colega, até a entrada na unidade. Após ser confirmada a prisão, a suspeita foi encaminhada à Perícia Forense do Ceará (Pefoce), onde passou por exame de Corpo de Delito. O namorado de Elisângela, apontado como um dos chefes da organização criminosa, também foi preso. Além deles, mais um homem foi detido suspeito de integrar o mesmo grupo. De acordo com a investigação, ela cobrava R$ 15 mil pelo quilo da droga. 

A Polícia Civil acredita que advogada também negociava drogas. 

A suspeita estava com mandado de prisão em aberto desde o mês passado. Ela é apontada como a chefe de um esquema que envolvia outros quatro colegas de profissão. O grupo fazia a defesa de faccionados e era responsável por estabelecer a comunicação entre os chefes da quadrilha que estão presos e os integrantes da facção que permanecem do lado de fora das penitenciárias. 

A parceria entre advogados e criminosos foi comprovada pelas conversas gravadas em celulares apreendidos pela Polícia Civil. O material também seria a prova de que a advogada estava negociando drogas pela organização criminosa. Em mensagens obtidas pela TV Cidade, o que ela cita como "blusas", é cocaína. 

Eles foram presos por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e integrar organização criminosa.

Com informações de Carlos Henrique Costa, da TV Cidade

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO