NOTICIAS | CEARÁ

Família de jovem denuncia negligência médica em Aracati

Apesar da gravidade, os médicos negaram internação, alegando que o corte foi superficial e o quadro de saúde da vítima era normal
Postado em 09/10/2019 | 18:39

A morte de Karla Andreza Batista Silvestre (25), é investigada pela Polícia Civil. O óbito aconteceu na última terça-feira (8), dois dias após a jovem ser atingida com facadas pelo ex-namorado. A família acreditava que a vítima poderia ter resistido aos ferimentos, mas por conta do descaso no Hospital Municipal Dr. Eduardo Dias, em Aracati, ela faleceu. 

Em depoimento à Delegacia Municipal de Aracati, familiares disseram acreditar que houve negligência médica no atendimento à paciente. Karla foi atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no domingo (6), quando a agressão aconteceu. Após ser medicada, foi liberada. No dia seguinte, passou mal e foi levada ao Hospital Dr. Eduardo Dias. 

A família relata que Karla vomitava e desmaiou. Apesar da gravidade em que se encontrava, os médicos se recusaram a internar a mulher, alegando que o corte foi superficial e o quadro de saúde da vítima era considerado normal. Além disto, os funcionários explicaram que não havia ultrassom para fazer exames. Os parentes pediram uma ambulância para transferir a jovem para Fortaleza, mas o pedido foi recusado. Karla morreu a caminho da capital, trazida por conta própria na terça-feira (8).

Apesar da suspeita contra a unidade, nenhum responsável pelo hospital ainda prestou depoimento. O ex-namorado de Karla, considerado autor da facada, foi à delegacia acompanhado de advogado, antes da morte ser confirmada. Por ter se apresentado espontaneamente,  não ficou preso. Ainda não consta nenhum mandado de prisão contra o agressor. 

Durante a tarde, procuramos o hospital para comentar a denúncia da família. Falamos com funcionários que transferiam a ligação para a direção da unidade, mas a chamada caiu em todas as tentativas. A Prefeitura de Aracati não atendeu nossas ligações. 

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o caso é investigado pela Delegacia Regional de Aracati. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO