NOTICIAS | CEARÁ

211 focos de incêncios no Cariri e Centro-sul do Ceará

Poucas chuvas, baixa umidade do ar e ação humana são as principais causas dos incêndios florestais
Postado em 21/09/2019 | 14:22

No segundo semestre aumenta o número de focos de incêndio no Ceará. Poucas chuvas e baixa umidade do ar são alguns fatores que contribuem para a elevação desse índice. Além disso, a ação humana também é motivo para início de incêndios florestais. As queimadas em propriedades rurais e pontas de cigarro jogadas na vegetação seca normalmente geram incêndios.


Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CPMCE), só nas regiões do Cariri e Centro-sul do estado, foram 211 ocorrências de combate a incêndios em vegetação atendidas entre os dias 1º e 20 de setembro de 2019.


Ainda de acordo com a corporação, alguns incêndios, por durarem vários dias, entram no cômputo como uma única ocorrência. Ademais, num único atendimento, em alguns casos específicos, o combate é feito em vários pontos, às vezes, com a necessidade de atuar em mais de um município.


Hoje, na região Cntro-sul, existem dois grandes focos, no município de Várzea Alegre, na entrada da cidade. O Corpo de Bombeiros também chama a atenção para o fato de que, em algumas ocorrências, a população não chama a corporação o que, provavelmente, aumenta o número real dos focos.

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO