NOTICIAS | POLÍCIA

Após Parada LGBT, Assembleia aprova título para Damares

PSOL e PCdoB se posicionaram contra o requerimento. Dra. Silvana comemorou o sucesso da votação
Postado em 19/09/2019 | 18:45
Foto: Alan Santos/PR

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou, com 22 votos favoráveis e apenas cinco contrários, a concessão do título de cidadã cearense para a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, requerido pela deputada Dra. Silvana (PR). A votação aconteceu nesta quinta-feira (19), após a votação para inclusão da Parada da Diversidade no calendário de eventos do Estado. 

A votação gerou discussão no Legislativo. O deputado Acrísio Sena (PT) ainda levou uma nota de um coletivo feminista e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), ressaltando que a ministra não trouxe verbas para a Casa da Mulher Brasileira no Ceará. Elmano de Freitas (PT), autor do Projeto de Lei sobre a Parada da Diversidade, afirmou que não existe sentido em aprovar a medida. Já Fernando Santana (PT) contrariou os colegas de legenda e votou a favor.

O deputado Renato Roseno (PSOL) ressaltou que o desempenho da ministra é "pífio" e se caracteriza em declarações polêmicas para chamar atenção. "Declarações misóginas, que atiçam o combate aos direitos humanos”, afirmou. Além do PSOL, PCdoB também foi contrário à aprovação. 

Após a votação, Dra. Silvana comemorou o resultado e disse que a aprovação não foi fácil, apesar da larga vantagem de votos favoráveis. A parlamentar foi apoiada pelo marido, Jaziel Pereira, e outros pastores evangélicos. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO