NOTICIAS | POLÍCIA

Polícia Civil prende envolvidos na morte de sanfoneiro

O quarteto confessou participação no crime
Postado em 08/08/2019 | 07:55

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu os quatro envolvidos na morte do sanfoneiro Francisco Lucas Pereira de Souza, 22 anos, assassinado na última segunda-feira (5), em um estabelecimento comercial, no bairro Jangurussu, em Fortaleza.

Conforme a polícia, o homem responsável por disparar o tiro que matou o sanfoneiro foi levado para a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Bairro de Fátima, por volta das 23h10, escoltado por duas viaturas. Os outros dois acusados foram capturados durante a madrugada.

Na última terça-feira (6), uma mulher de 18 anos foi presa e autuada em flagrante por participação do crime. Em depoimento, Cristielen da Cunha Alves confessou seu envolvimento no latrocínio.

"A elucidação desse crime só foi possível graças ao trabalho em conjunto dos policiais civis do DHPP, do 30º DP e do setor de inteligência. Demos uma resposta rápida. Só quem ganha é a sociedade. Estamos muito felizes em colocar essas pessoas no local em que eles deveriam ficar, ou seja, segregadas da sociedade", frisou a delegada Anna Cláudia Nery. 

As investigações resultaram na localização e prisão dos quatro suspeitos, identificado por Marcelo Araújo Dutra (20), conhecido por "Black" e com antecedentes criminais por roubo e associação criminosa; Barbara Henrique Rocha (22), a "Loirinha", com passagem por tráfico de drogas; Larissa Hellen Cordeiro da Silva (20), conhecido por "Angel" e com passagem por tráfico de drogas; e Cristielen da Cunha Alves (18), sem antecedentes criminais e conhecida por “Mafiosa”. Esta última foi presa poucas horas após o crime.

O trio que estava foragido, o primeiro deles foi "Black", que estava com um ferimento nas costas em decorrência de uma facada que levou no dia do crime. Ele não resistiu à prisão. Em seguida, os policiais civis capturaram "Loirinha" e "Angel", no município de Paraipaba. Ambas confessaram participação no latrocínio. 

Com a prisão de todos os envolvidos, a Polícia Civil vai finalizar o inquérito policial solicitando o indiciamento dos quatro suspeitos nos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) e por integrarem organização criminosa. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO