NOTICIAS | POLÍCIA

Suspeito de matar capoeirista tem prisão preventiva cumprida

A motivação do crime seria que os infratores estavam incomodados com a presença da vítima no local onde ela costumava ficar
Postado em 04/07/2019 | 18:22
Foto: Divulgação/Polícia Civil 

Seis meses após a morte do capoeirista Jefferson Viana da Silva, Brendo de Almeida Ferreira (19), conhecido como "Nego Índio", teve a prisão temporária convertida em preventiva. Ele é suspeito de cometer a execução, ocorrida em dezembro do ano passado. 

Conforme as investigações policiais, a vítima, conhecida como "Mestre Envergado", era usuária de drogas e vivia em situação de rua, foi assassinada por Brendo e outros dois adolescentes já identificados. A motivação do crime seria que os infratores estavam incomodados com a presença da vítima no local onde ela costumava ficar, no bairro Cais do Porto. 

Jefferson era considerado como um dos maiores capoeiristas do Brasil. Ele fundou o Grupo Nação Brasileira e fazia parte da Rede de Desenvolvimento Econômico da Capoeira Cearense.

Relembre o caso: 

Além do suspeito, a Polícia Civil prendeu outros suspeitos de participação em crimes de homicídios registrados no Ceará. Entre eles, Anderson Barbosa Felipe (34), integrante de uma organização criminosa no Amazonas. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO