NOTICIAS | POLÍTICA

Parlamentares repercutem mobilizações de universitários

Assembleia Legislativa anunciou sessão para debater as reduções de investimentos feitas pelo Ministério da Educação
Postado em 15/05/2019 | 11:47
Presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto. (Foto: Edson Júnior Pio)

Em dia de mobilizações no Ceará, deputados estaduais repercutiram nesta quarta-feira (15), as manifestações contra o corte de investimentos anunciados pelo Ministério da Educação (MEC) nas universidades brasileiras. Uma sessão foi agendada para discutir o assunto no próximo dia 31. 

"A revolução científica só é e só foi possível por causa da pesquisa, por causa do conhecimento. Tirar a inteligência de um povo, não deixar produzir a inteligência é a maior desinteligência que eu já vi desse curto tempo de governo, com essa proposta", argumentou José Sarto (PDT), presidente da Casa. 

O deputado Carlos Felipe (PCdoB) afirmou que se trata do maior corte da história da educação brasileira na era republicana, com impactos terríveis em diversas esferas da educação pública nacional. “É um abuso e um desrespeito à sociedade brasileira, sobretudo aos jovens e adolescentes que sonham um dia chegar às universidades públicas e ascender socialmente”, apontou.

Romeu Aldigueri (PDT) enfatizou a necessidade de debater o tema e buscar alternativas que possam evitar desgaste da educação. “Os cortes do MEC pelo Governo Federal repercutiram negativamente em todo o Brasil e exterior. Os pesquisadores temem o futuro e devem buscar financiamento em outros países”, salientou.

Leia também: Organização estima mais de 60 mil em manifestação na capital

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO