NOTICIAS | CEARÁ

Esquema de fraude movimentou mais de R$ 5 bi em 4 anos

Estão sendo cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e também de prisão
Postado em 16/04/2019 | 08:25

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), em parceria com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), a Receita Federal e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), deflagrou nesta terça-feira (16) a "Operação Aluminium" de combate à sonegação fiscal. Foram expedidos mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão no Ceará, Sergipe e São Paulo. 

A investigação descobriu a existência de uma organização criminosa envolvendo mais de 20 empresas, a maioria de fachada. Juntas, teriam movimentado mais de R$ 5 bilhões nos últimos quatro anos. 

Estima-se que a empresa apontada como a principal beneficiária do esquema criminoso tenha sonegado cerca de R$ 220 milhões de 2014 a 2018. O MPCE acredita que seja a maior operação contra sonegação fiscal já ocorrida no estado do Ceará. 

Segundo informações, estão sendo cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e dez de prisão.  

Três mulheres e dois homens alvos da operação foram capturados em Juazeiro do Norte. Após as prisões, eles foram direcionados para exames na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e em seguida encaminhadas para a Capital. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO