NOTICIAS | POLÍCIA

MP oferece denúncia a acusados pela tragédia em Milagres

Catorze pessoas morreram na ocasião, entre elas, seis reféns
Postado em 08/04/2019 | 09:15

Mais de 30 pessoas serão denunciadas pela tragédia de Milagres, no Cariri, ocorrida na madrugada de 7 de dezembro do ano passado. Na ocasião, um grupo de criminosos tentou assaltar duas agências bancárias do município, mas a ação foi frustrada pela Polícia. Um total de 14 pessoas morreram, entre elas, seis reféns. 

Nove assaltantes sobreviventes foram denunciados pelo de Grupo de Atuação de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Ceará (MPCE). Pelo menos, 12 policiais militares devem ser denúnciados, além de agentes do Grupo de Ação Tática Especiais do (Gate) e do Comando Tático Rural (Cotar).

Na época, a Perícia concluiu que os tiros que mataram os reféns teriam partido de fuzis ou de pistolas usadas pelas forças de segurança do Ceará.

Os acusados serão indiciados por homicídios dolosos, destruição de provas, execuções posteriores à matança dos reféns, falsidade ideológica, latrocínio e até ameaça contra testemunhas e a policiais que investigavam o caso.

Leia também: 14 pessoas morrem em tentativa de assalto a bancos em Milagres

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO