NOTICIAS | CEARÁ

Moradores não querem deixar as casas em Ubajara

A maioria das famílias estão sendo levadas para casas de parentes, já outras foram encaminhadas para o Santuário da Mãe Rainha
Postado em 17/03/2019 | 15:36

                

Desde a noite de ontem (16), o Corpo de Bombeiros junto com a Cogerh, Defesa Civil e Prefeitura de Ubajara, começaram a  remover 250 famílias que moram próximas a barragem do açude Granjeiro, em Ubajara, na Serra da Ibiapaba. O problema é que alguns moradores não querem deixar as suas residências e irem para um local mais seguro.

De acordo com a prefeitura do município, das mais de 3.000 mil pessoas que eram para ter sido retiradas do local, aproximadamente 900 pessoas se recusam a deixar as casas.

Equipes de assintentes sociais, psicólogos da prefeitura estão indo até as casas das pessoas para tentar convencer as mesmas a abandonar as residências e irem para um local mais seguro, caso a barragem se rompa.

A maioria das famílias estão sendo levadas para casas de parentes, já outras foram encaminhadas para o Santuário da Mãe Rainha.

O trabalho de manutenção continua sendo realizado no açude Granjeiro. Neste domingo (17), o Balneário onde fica localizada a Cachoeira do Boi Morto, em Ubajara, na Serra da Ibiapada, foi esvaziado, para evitar o risco de inundação por causa do possível rompimento da barragem do açude Granjeiro.

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 
AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO