NOTICIAS | SAÚDE

Governo Federal estuda usar pele da tilápia em queimaduras

Bolsonaro afirmou que o secretário de Pesca, Jorge Seif, recebeu relatos sobre a eficâcia do tratamento
Postado em 27/02/2019 | 16:17

Foto: Júnior Panela/AgUFC

O presidente Jair Bolsonaro citou a pesquisa da Universidade Federal do Ceará (UFC) sobre uso da pele de tilápia para tratar queimaduras. O gestor afirmou que o secretário de Pesca, Jorge Seif, recebeu relatos sobre a eficâcia do tratamento. Bolsonaro afirmou que o Ministério da Saúde deverá analisar a adoção "como terapia de cura alternativa e possivelmente mais barata que as existentes". 

Ainda segundo o presidente, mais de um milhão de pessoas "sofrem queimaduras por ano no Brasil e somente andanças revelam conhecimento e possíveis ajudas no tratamento de lesões". 

Peixe nativo de águas doces, a tilápia está estabilizada como uma importante peça na economia do Estado do Ceará. A pele do animal, no entanto, era  descartada pelos produtores. A partir de pesquisa desenvolvida na Universidade Federal do Ceará, que utiliza esse material orgânico no tratamento de queimaduras, isso passa a ser diferente.

A pele da tilápia funciona como um curativo biológico, auxiliando na cicatrização de pacientes com queimaduras de diferentes níveis. Além disso, o estudo, realizado no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM), mostra que uma atadura feita com pele de tilápia pode diminuir a dor, evitar a perda de líquidos dos tecidos, prevenir contaminações e trazer maior comodidade ao evitar a troca constante de curativos.

Com informações da Agência UFC

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 
AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO