NOTICIAS | SAÚDE

Cuidados com mudanças bruscas de temperatura

Resfriado, gripe, dores de cabeça, dor de garganta e acentuação de quadros alérgicos e aumento da incidência de infecções respiratórias
Postado em 09/02/2019 | 20:17

Foto: Reprodução

Há quem diga que o ar condicionado é um ótimo presente, principalmente em dias de calor intenso. Mas as pessoas que trabalham, estudam ou convivem nesses ambientes precisam ter cuidados antes de sair do recinto gelado para o lado externo com temperaturas elevadas. O pneumologista Ricardo Martins, explica que a mudança brusca de temperatura pode prejudicar o organismo.

“Nosso organismo tem como base uma temperatura que deve ficar estável. Temperaturas muito baixas ou muito altas complicam o equilíbrio do corpo como um todo. E aí para certas pessoas mais sensíveis, isso acarreta na geração de doenças”, diz. 

Resfriado, gripe, dores de cabeça, dor de garganta e acentuação de quadros alérgicos e aumento da incidência de infecções respiratórias são alguns dos efeitos das mudanças bruscas de temperatura. O médico passa orientações para minimizar esses efeitos.

“O que a gente recomenda no ar condicionado é evitar temperaturas extremas. O ideal é que a temperatura do ar condicionado fique em torno de 23º C. Essa é uma temperatura que dá um confronto para a pessoa sem exigir demais de adaptação. Idealmente o uso de roupas adequadas e hidratação abundante”, completa o especialista. 

Crianças e idosos devem estar agasalhados em ambientes com a condicionado. Mas, antes de sair para um ambiente mais quente os agasalhos precisam ser retirados a fim de evitar desidratação pelo calor.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 
AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO