NOTICIAS | POLÍTICA

Denúncias sobre ataques poderão ser recompensadas

Além disto, Camilo Santana convocou mais 220 agentes penitenciários para atuar nas unidades prisionais cearenses
Postado em 11/01/2019 | 17:06
A sessão extraordinária foi convocada pelo governador Camilo Santana. (Foto: Marcos Studart/Governo do Estado)

A Assembleia Legislativa realizará uma sessão extraordinária na tarde deste sábado (12). Em pauta, um pacote de mensagens enviadas pelo governador Camilo Santana (PT) sobre a crise na Segurança Pública do Ceará. Uma das propostas é recompensar com dinheiro as denúncias sobre os autores dos ataques. 

De acordo com Camilo, as medidas são para "fortalecer o esquema de segurança de nosso estado no duro combate ao crime organizado, que atua nas ruas e no sistema penitenciário". O governador reafirmou que não aceitará ordens do crime organizado: "Não aceitamos que, aqui no Ceará, criminosos presos continuem dando ordem de comando de dentro das prisões, como acontece há décadas em todo o Brasil". 

Veja as medidas que Camilo enviou para votação na Assembleia: 
- Convocação de policiais militares que estão na reserva para que ajudem a reforçar a nossa tropa que está em operação.

- Aumento da quantidade de horas extras que podem ser pagas a todos os policiais, civis e militares, além dos bombeiros, de forma com que haja aumento da força de trabalho.

- Criação da Lei da Recompensa, que prevê o pagamento em dinheiro, pelo estado, para informações que sejam prestadas pela população à Polícia e que resultem na prevenção de atos criminosos e prisão de bandidos envolvidos nas ações.

- Além de outras leis que visam fortalecer o combate ao crime organizado.

- Convocação imediata de mais 220 agentes penitenciários para atuar no sistema do estado, além dos outros 220 que já havia convocado na semana passada.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO