NOTICIAS | POLÍTICA

Camilo afirma que Moro é aliado contra facções no Ceará

O governador também defendeu a participação da União contra os grupos que atuam no país
Postado em 11/01/2019 | 14:06

Camilo Santana em reunião com representantes de instituições. (Foto: Divulgação)

O governador Camilo Santana (PT) reconheceu o trabalho do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, diante da crise no Ceará. Em entrevista à Folha, o petista disse que o titular da pasta é um importante aliado contra a atuação do crime organizado. Além disto, defendeu a participação da União contra os grupos que atuam no país. 

"Os ministros Sérgio Moro, da Justiça e Segurança, e general Fernando Azevedo, da Defesa, têm sido importantes aliados. Tenho conversado de forma permanente, especialmente com o ministro Moro. Tudo o que for necessário será feito", disse. 

Camilo ainda avaliou positivamente o tempo que Moro levou para atender ao pedido do Governo do Ceará. "Absolutamente dentro do prazo. Tanto em relação ao pedido de tropas da Força Nacional, quanto ao pedido de vagas nas penitenciárias federais de segurança máxima, para a transferência de líderes criminosos", afirmou. 

O governador ressaltou o investimento do Estado para combater as ações do crime organizado e reafirmou como é o tratamento concedido aos infratores. "Tratamos criminosos como criminosos. O endurecimento será contra todos que atentarem contra a sociedade. Para isso temos a força do estado, que não é só o governo, mas também a Justiça, Ministério Público e o Poder Legislativo", comentou. 

O petista defendeu o novo secretário de Administração Penitenciária (SAP), Mauro Albuquerque. Ao assumir o cargo, o titular da pasta disse não reconhecer o poder das facções no Ceará. "O secretário Mauro Albuquerque tem minha confiança para implementar as medidas que sejam necessárias para disciplinar o sistema. Fez um grande trabalho no RN e foi convidado para ser secretário no Ceará, por ser um dos maiores especialistas no assunto no país", explicou. 

Leia também: Bolsonaro defende mudanças na legislação após ataques no CE

                        Capitão Wagner e Moro discutem crise na Segurança do Ceará

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO