NOTICIAS | POLÍCIA

Chega a 35 número de transferidos para presídios federais

Inicialmente, os detentos ficarão na cadeia de Mossoró, no Rio Grande do Norte
Postado em 11/01/2019 | 10:38

O Ministério da Justiça confirmou que, desde o início dos ataques que ocorrem no estado do Ceará, 35 membros de facções criminosas do estado foram transferidos para presídios federais.

A transferência mais recente foi concluída às 6h30 desta sexta-feira (11), quando 15 detentos deixaram o sistema penintenciário cearense.

Ontem, o governador Camilo Santana (PDT) havia anunciado a transferência de 20 presos. Porém, a Justiça cearense só autorizou a remoção de 18. Os outros aguardam a documentação para deixar os presídios do Estado.

Inicialmente, os detentos do sistema carcerário do Ceará ficarão 20 dias na cadeia de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Depois, o mais provável, é que eles sigam para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, ou outro presídio com regras mais rígidas.

Os ataques no Ceará começaram no dia 2 de janeiro. Ao todo, 309 suspeitos de envolvimentos nos crimes foram detidos, segundo a Secretaria de Segurança Pública de Defesa Social (SSPDS).

Motivação
Os ataques teriam acontecido em retaliação à fala do novo secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, de que não reconhece facção criminosa no Ceará. Ele também disse que a divisão de presos por unidades não será mais feita por vínculos dos detentos com organizações criminosas. 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO