NOTICIAS | CEARÁ

Tumulto em CPPL seria resposta a secretário

O local tem capacidade para 950 presos, mas abriga 1.200 internos
Postado em 03/01/2019 | 16:06

Foto: WhatsApp/TV Cidade

Em meio à crise na Segurança, presos decidiram promover um princípio de rebelião na Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL), em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza. O movimento seria uma resposta às declarações do novo titular da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), Luís Mauro Albuquerque, que disse que não manterá a divisão de presos por organização criminosa. 

O motim foi controlado horas depois. O local tem capacidade para 950 presos, mas abriga 1.200 internos. O Estado recebe atualmente cerca de 28 mil presos, todos separados de acordo com a organização criminosa que representam. 

Camilo pede ajuda a Moro
Preocupado com a situação, o governador Camilo Santana ligou para o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e solicitou apoio da Força Nacional no Estado. "Entendo que o crime organizado ultrapassou as divisas dos estados e que, somente com a ação conjunta dos Estados com o Governo Federal, iremos vencer esse desafio", justificou o governador. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO