NOTICIAS | POLÍCIA

Fundador da GDE será transferido para Paraná

"Celim da Babilônia" é um dos responsáveis pela Chacina das Cajazeiras
Postado em 24/11/2018 | 11:39

A Justiça Federal considerou o pedido de urgência da 2ª Vara do Júri da Justiça Estadual e determinou a inclusão cautelar de Auricélio Sousa Freitas, o "Celim", de 35 anos, no Sistema Penitenciário Federal. Por isso, ele será transferido para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. 

O que motivou a decisão foi o fato do criminoso ser um dos líderes da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE). É considerado ainda pelo Poder Judiciário um homem extremamente perigoso e que continua, mesmo recolhido no sistema prisional do Ceará, comandando ações criminosas. A determinação foi recebida pela Justiça Estadual na última quarta-feira (21). 

"Celim" foi preso em julho deste ano, pela Polícia Militar. Ele responde a dois processos por homicídio, um por porte ilegal de arma de fogo e outro por organização criminosa. De acordo com as investigações, forneceu armas de fogo para homens de confiança assassinarem 14 pessoas na Chacina das Cajazeiras, em janeiro de 2018. Integrantes de uma facção rival seriam o alvo da ação, mas nenhum dos mortos tinha antecedentes criminais. A defesa do preso diz que ele é inocente e não tem envolvimento com facções. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO