NOTICIAS | FORTALEZA

Pacientes denunciam caos na rede de saúde pública

Município nega que hospital ficará sem emergência pediátrica após finalização de obras
Postado em 08/11/2018 | 21:23

Hospitais lotados e com estrutura defasada. Esta é a realidade dos serviços públicos de saúde, apontada por quem precisa deles. Muitas pessoas nem conseguem o atendimento. Em vídeos obtidos pela TV Cidade Fortaleza, gravados por acompanhantes de pacientes do Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira, o Frotinha da Messejana, é possível ver pessoas em macas pelos corredores da unidade. 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Edmar Fernandes, para os profissionais que trabalham nestas unidades, a rotina é bem complicada e o atendimento fica comprometido.

A denúncia mais recente feita pela entidade trabalhista é a de que a pediatria do Hospital Distrital Gonzaga Mota Barra do Ceará foi fechada para reforma, entretanto não funcionará mais. A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que a obra não está atrasada e que será realizada por etapas. Por isto, momentaneamente os serviços da emergência pediátrica foram transferidos para outras unidades. Mas quando as intervenções forem concluídas, no segundo semestre do ano que vem, tudo voltará ao normal. 

A Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE), aponta como solução para o problema, uma força-tarefa dos órgãos públicos, com finalidade de amenizar a precariedade dos serviços públicos. 

Leia também: Delegacias estão superlotadas mais uma vez, denuncia Sinpol

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO