NOTICIAS | POLÍCIA

Número de mortes cai em Fortaleza, mas cresce no interior

Municípios do Interior Norte tiveram aumento de 14,7%
Postado em 08/11/2018 | 17:05

Os números foram apresentados pelo titular da Secretaria de Segurança, André Costa. 

O Estado do Ceará apresentou redução nos números de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI). Em reunião, ocorrida nesta quinta-feira (04), o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, divulgou os dados referentes aos assassinatos registrados no ano. Conforme o balanço, outubro teve redução de 29,8%. No acumulado entre janeiro e o mês passado, o número de crimes caiu 8,2%.

Em Fortaleza, no acumulado do ano, os homicídios e latrocínios também tiveram redução: 20,7%. Entretanto, na Região Metropolitana e municípios do Interior Norte, os CVLI tiveram elevação de 1,3% e 14,7%, respectivamente. 

“A gente tem várias ações que têm impactado em curto prazo, mas há ações que demandam mais tempo para se alcançar os resultados. Os índices positivos obtidos se devem aos muitos trabalhos que iniciamos desde o ano passado, como por exemplo, o ingresso de novos policiais. Ressalto ainda que esses profissionais chegam às ruas após o curso de formação na Aesp, mas muita coisa é aprendida no dia a dia, o que permite o aprimoramento de sua capacidade e do seu tirocínio. Da mesma maneira, o policial civil, que também, após ingresso, leva um tempo para aprender bem como aplicar tudo que ele aprendeu, como as técnicas de investigação”, destacou André Costa, titular da pasta. 

Em relação ao mês de outubro, todos os números apresentam quedas. Veja a tabela abaixo: 

Território 2017 2018 Variação
Fortaleza 185 125 -32,4%
Região Metropolitana  118 104 -11,9%
Interior Norte 106 74 -30,2%
Interior Sul 107 59 -44,9%
Ceará 516 362

-29,8%

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO