NOTICIAS | POLÍCIA

Acusado de matar a namorada vai a júri popular

Yrna morreu no dia 1º de maio de 2016 por overdose que teria sido injetada pelo namorado
Postado em 07/11/2018 | 18:02

O empresário Gregório Donizetti Freire Neto vai a júri popular, acusado de matar a própria namorada Yrna de Souza Castro, no dia 1º de maio de 2016. A decisão foi determinada nesta terça-feira (6), pelo Poder Judiciário do Estado do Ceará.

A universitária faleceu por overdose de substância entorpecente (morfina), que teria sido injetada pelo namorado, Gregório Donizeti Freire Neto.

Gregório, escondeu o corpo da jovem no porta-mala de seu carro. Na época, o laudo pericial apontou que a jovem morreu após fazer uso injetável de morfina. Em depoimento, Greg revelou que também consumiu o produto no mesmo dia.

Ele é acusado de homicídio por dolo eventual (quando o agente assume o risco de produzir o resultado).

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO