NOTICIAS | FORTALEZA

Sindicato teme demissão em massa com linhas sem cobrador

Categoria não descarta realizar atos públicos contra a novidade
Postado em 01/11/2018 | 17:18

Foto: Júnior Panela/Sindiônibus 

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) disse, em entrevista nesta quinta-feira (1), ser contrário a retirar os cobradores dos ônibus urbanos de Fortaleza. A entidade se refere a uma linha com seis veículos, que circula em fase de teste na cidade. Os coletivos só aceitam passageiros que fazem pagamento eletrônico (bilhete único, carteirinha com crédito ou vale transporte). 

O sindicato laboral classificou a ação como desrespeitosa, considerando que os motoristas ficarão expostos à dupla função e não descarta a realização de atos públicos em defesa da categoria. "São cerca de 4.500 profissionais que trabalham nas linhas urbanas e metropolitanas que podem perder o emprego. Não podemos aceitar essa situação”, disparou o presidente da entidade, Domingos Neto. 

Neto ainda disse que pediu explicações à Etufor e requereu reuniões para debater o assunto com o sindicato patronal, mas não houve retorno sobre o segundo ponto reivindicatório. A assessoria jurídica da entidade ingressará com ações defesa dos trabalhadores no momento certo, mas ressalta que medidas semelhantes já foram condenadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de outros estados, visto que os passageiros serão penalizados com a mudança. Neto acredita que o motorista e usuários também ficarão mais vulneráveis a assaltos, caso o projeto seja aprovado.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) informou que a nova linha deverá testar "a tecnologia como favorecimento para a agilidade no embarque e desembarque, aumentando a velocidade dos coletivos, tornando a viagem mais rápida e melhor conectando os terminais do Siqueira e do Papicu, além de reduzir o dinheiro a bordo". 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO