NOTICIAS | POLÍCIA

Crime organizado determina as leis de convivência

Famílias são expulsas e criminosos conseguem manter o controle de poder até nas penitenciárias
Postado em 06/08/2018 | 17:17

Organizações criminosas determinam "leis de convivência" nas comunidades. (Foto: Mara Rodrigues/TV Cidade/Arquivo)

A ordem de despejo para os recém-casados, partiu de uma organização criminosa. O casal estava no apartamento, no bairro Conjunto José Walter, há 15 dias. Os dois saíram sem levar nada além da roupa do corpo. As "leis" impostas por facções não são recentes. Uma delas determina a saída de famílias inteiras de suas casas. Reféns, os moradores perdem a tranquilidade, benefício conquistado pelos integrantes destes grupos no Ceará. 

Adriano Mombaça, traficante de uma facção paulista que atuava na Bolívia, por exemplo, foi encontrado em um motel de luxo no Crato, no Cariri. Foragido há mais de cinco anos, estava na cidade para participar de um evento. Ele não morava no Ceará, diferente dos dois principais líderes da mesma organização: Gegê do Mangue e Paca, que moravam em um condomínio de classe média alta e tinham uma vida luxuosa. Ambos foram assassinados durante uma emboscada, em fevereiro deste ano. 

Pelo menos quatro facções estão instaladas no Ceará. Apesar de não atuarem juntas, provocam um caos urbano na capital e em municípios do interior. Tráfico de drogas, homicídios e chacinas. São muitos crimes associados a elas. Em 2017, as disputas por território foram determinantes para os mais de cinco mil assassinatos contabilizados no Estado. 

Após serem conquistadas, as áreas são demarcadas pelos criminosos com pichações e ameaças. Os soldados do tráfico monitoram a movimentação para impedir a ação de bandidos de outras regiões e cumprem ordens vindas, em muitos casos, de dentro dos presídios, como a que deflagrou ataques a coletivos e prédios públicos no fim do mês passado. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 
AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO