NOTICIAS | POLÍCIA

Proprietário de lava jato é morto; suspeito deixa bilhete

Moradores afirmam que a vítima denunciou o uso de drogas na região
Postado em 12/07/2018 | 19:02

O bilhete foi encontrado no bolso da vítima. (Foto: Divulgação/PMCE)

Um homem foi morto com vários disparos, no bairro Siqueira, em Fortaleza. O crime acontece após a vítima denunciar o uso de entorpecentes próximo a um ponto que ele alugou para montar um lava jato, na avenida Osório de Paiva. Após o assassinato, foi deixado um bilhete alertando sobre as denúncias feitas anteriormente. 

De acordo com moradores, que não querem ser identificados, a vítima se preparava para reformar o espaço, alugado recentemente. Entretanto, não tolerou a presença dos "noias", como chamava os usuários de droga que ocupavam a região para usar crack. 

O homem pediu ajuda à Polícia Militar para retirar os dependentes químicos. Os moradores acreditam que isto pode ter atraído a atenção de traficantes da região. No bolso da vítima, os policiais encontraram um bilhete. "Deixe os noia em paz. Pare de chamar a Polícia", informava o comunicado. "Você não é dono de nada", completava. 

Buscas foram feitas, mas ninguém foi preso. O crime será investigado pela Polícia Civil. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO