NOTICIAS | FORTALEZA

Cinco chacinas com 39 mortos, marcam o primeiro semestre

O crime mais recente aconteceu em Quixeramobim. Um suspeito já foi preso
Postado em 29/06/2018 | 19:47

Casa onde aconteceu a chacina, seria ponto de venda e uso de drogas. (Foto: Victor Lima/TV Cidade)

Os primeiros seis meses do ano são marcados por cinco massacres no Ceará. Um deles é o maior da história do Estado, e deixou 14 pessoas mortas dentro do Forró do Gago, nas Cajazeiras, em Fortaleza. Na quinta-feira (28), o crime mais recente: quatro mortos dentro de um assentamento, em Quixeramobim, 204 km de Fortaleza. Ao todo, 39 pessoas foram assassinadas. 

Maranguape
A primeira chacina aconteceu em janeiro, em Maranguape. Quatro pessoas foram mortas em uma casa no bairro Parque Iracema. O crime teria relação com facções criminosas. 

Cajazeiras
Este é o maior massacre da história do Ceará. Ao todo, 14 pessoas foram mortas dentro de um clube de forró, que se transformou em um templo religioso. O crime estampou capas de jornais em todo o mundo. 

Itapajé
Em menos de uma semana após o Massacre de Cajazeiras, 10 pessoas foram mortas e oito ficaram feridas, durante uma briga entre grupos rivais dentro da Cadeia Pública de Itapajé. 

Benfica
Reduto universitário de Fortaleza, sete pessoas foram mortas em pontos diferentes do bairro: Praça da Gentilândia e próximo à sede da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). 

Quixeramobim
O crime mais recente aconteceu em um assentamento em Quixeramobim. Em nota, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), negou que existam famílias ligadas ao grupo, morando na comunidade. Quatro foram mortos e um suspeito foi preso. 

Leia também: Grupo armado aproveita jogo para tentativa de chacina

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO