NOTICIAS | POLÍCIA

Testemunhas dizem que modelo estava sendo seguida

Nayana foi assassinada quando estacionava o seu carro
Postado em 15/05/2018 | 09:20

Foto: Arquivo pessoal

De acordo com testemunhas que presenciaram o assassinato da modelo Nayana Mara Costa Araújo, de 32 anos, nessa segunda-feira (14), no bairro da Parangaba, em Fortaleza, a vítima estava sendo seguida pelos suspeitos pela Avenida Godofredo Maciel e esperaram o momento certo para matar a jovem modelo.

Segundo as testemunhas, que preferem não serem identificadas, um veículo com três indivíduos chegou no local e dois deles desceram do carro, um permaneceu no veículo. Os dois estavam armados com armas de fogo, mas, apenas um deles atirou contra a vítima que morreu no local.

Nayana foi assassinada no momento que estava estacionado seu carro na rua Roquete Pinto em frente a fábrica de confecções onde ela trabalhava como estilista e modelo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, (SSPDS), a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da 5ª Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), está responsável pelas investigações acerca da morte de Nayana Mara Costa Araújo, ocorrida nessa segunda-feira (14), no bairro Parangaba.

Segundo a SSPDS, Nayana foi abordada por três homens, que chegaram em um veículo modelo Classic, de cor cinza. Eles tentaram levar o automóvel da vítima, mas ela teria entrado no carro, instante em que foi atingida por um disparo de arma de fogo. Naiara não resistiu ao ferimento e morreu no local. Os suspeitos fugiram em seguida.

O carro utilizado pelos suspeitos foi abandonado no estacionamento de um supermercado. A Polícia constatou que o automóvel constava como roubado e que estava com placas clonadas. Tanto o veículo da vítima, quanto o veículo utilizado pelos suspeitos, foram encaminhados para unidades policiais.

O corpo de Nayana está sendo velado em uma funerária no bairro Parangaba. O velório deve se estender até as 15h. Após a cerimônia, o corpo será enterrado no cemitério Parque da Paz. 

Denúncias

A Polícia Civil reforça que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam ajudar na elucidação do caso. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3257-8807, da DHPP, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o WhatsApp da Divisão, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo é garantido.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO