NOTICIAS | CEARÁ

União investirá R$ 2 mi em Centro de Inteligência no Ceará

Presente na reunião, o ministro Raul Jungmann pediu um minuto de silêncio pela morte da vereadora Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro
Postado em 15/03/2018 | 11:31
Fotos: Divulgação

A oficialização aconteceu durante a manhã desta quinta-feira (15), em um evento com a presença do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. O Ceará receberá o Centro Regional Integrado de Inteligência da Polícia Federal. A União investirá R$ 2 milhões para a construção do prédio, ainda sem local definido. 

"Assumi um compromisso de olhar pra esse tema da segurança que afeta tanto a vida do povo cearense. Ouvi experiências de outros estados para que fossem implantados esses projetos no Ceará. Fizemos o maior concurso da Polícia Militar e da Polícia Civil, estamos também valorizando o profissional com promoções e equiparação salarial", disse Camilo na abertura do evento.

O equipamento será o primeiro de cinco a serem instalados no Brasil. Todos estarão interligados com uma Central de Inteligência que ficará em Brasília. "O Centro vai integrar as informações, juntamente com a Polícia Federal e as outras polícias de todos os estados. Isso vai servir para ajudar o trabalho de investigação de combate às facções criminosas, que estão em todos os estados do Brasil, não só no Ceará", completou o governador. 

O ministro Raul Jungmann falou sobre a importância de aumentar a participação do Governo Federal na Segurança Pública e a necessidade de reformular a legislação e o sistema penintenciário. 

O presidente do Senado, Eunício Oliveira alertou para a necessidade de reservar recursos exclusivos para resolver o problema da violência em todo o país. 

Homenagem à vereadora

O ministro Jungmann pediu um minuto de silêncio pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro. "Eu quero em nome dela. Em nome de todos os outros que tombaram. Em nome dos policiais que deram as suas vidas. Em nome daqueles que aqui no Ceará e no Brasil afora, perderam seus entes, seus parentes, aqueles que queriam e amavam. Eu queria pedir que todos ficassem de pé", disse.

O ministro ainda afirmou que nenhum suspeito ficará impune. "Nós estamos juntos, reunidos, em defesa da vida, sem excessão. A integralidade da vida humana supera toda e qualquer divergência", completou. 

 

 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO