NOTICIAS | POLÍCIA

Famílias são expulsas de suas casas em Fortaleza

Três famílias foram expulsas de suas casas na última segunda-feira (29)
Postado em 02/02/2018 | 09:06

Após a chacina que deixou 14 pessoas mortas no bairro Cajazeiras, em Fortaleza, no último sábado (27), a maioria das pessoas da comunidade Mata Galinha, os criminosos mais uma vez ditam as leis através da violência.

Moradores relataram que na madrugada da última segunda-feira (29), três famílias foram expulsas por criminosos.

Segundo o relato, um grupo chegou em um carro, alguns homens ficaram no veículo enquanto outros passaram pela rua atirando.

Populares relataram que um morador chegou a ficar de joelhos e pediu pelo amor de Deus para não morrer. Algumas famílias saíram do local por medo. Outras permanecem também com muito medo.

Ainda de acordo com os moradores, os homens que invadiram o local, são de outra comunidade, mas querem ocupar território na área.

De acordo com Mariana Lobo, da Defensoria Pública do Estado do Ceará, na última segunda-feira (29), nove famílias do Mata Galinha procuraram o núcleo de habitação e moradia da defensoria pública. Em 15 dias foram realizados 40 atendimentos de famílias expulsas ou ameaçadas.

Segundo a defensora geral, quando as famílias chegam até a Defensoria, primeiro é feito a análise da situação da moradia, se é alugada, própria, para depois fazer o acompanhamento e até a realocação dessas famílias. Outra medida adotada é uma ação de reparação de danos contra o Estado, em casos mais extremos.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO