NOTICIAS | POLÍCIA

Suspeito de matar PM tinha esconderijo subterrâneo

A casa onde o esconderijo foi encontrado pertence a Carlos, considerado chefe de uma quadrilha
Postado em 14/12/2017 | 15:39

Dois suspeitos de matar um policial militar durante o resgate de presos em Milhã. 300 km de Fortaleza, foram presos. Durante as buscas, a Polícia Civil descobriu que um dos homens tinha um esconderijo subterrâneo com energia e água, em uma casa no interior. 

A dupla foi presa na avenida João Pessoa, em Fortaleza, na última terça-feira (12). Um dos suspeitos foi identificado como Carlos Odeon Bandeira (35), conhecido como "Jow" e o comparsa foi identificado como Gilvando da Silva (42). 

A casa onde o esconderijo foi encontrado pertence a Carlos, considerado chefe de uma quadrilha e de uma facção criminosa. Ele é enteado de Gilvando. Com os dois, foram encontrados documentos como Certidão de Nascimento, Carteira Nacional de Habilitação e Certificado de Dispensa de Incorporação. 

Os dois foram encontrados em um carro modelo Hilux, cor prata, com placa de Juazeiro do Norte. O veículo foi identificado e rastreado por meio de fotossensores instalados na João Pessoa. A placa tinha sido registrada durante o ataque à cadeia, que resultou na morte do policial. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO