NOTICIAS | POLÍCIA

Delegados são afastados por envolvimento no tráfico de droga

Defesa dos delegados afirma que houve “grave equívoco”
Postado em 06/12/2017 | 08:24

Foto: Reprodução/TV Cidade

Três delegados, 13 inspetores da Polícia Civil e outras nove pessoas são investigados pela Polícia Federal. O grupo é suspeito de integrar uma rede criminosa com envolvimento no tráfico de entorpecentes. Durante a operação, dois policiais civis e mais quatro pessoas foram presas com drogas, dinheiro falso e uso de arma irregular. Uma terceira pessoa foi presa. 

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, afirmou que haverá uma reestruturação na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), onde o grupo atuava. A delegada terá liberdade para escolher quem fica e quem sai. 

Foram apreendidos R$ 340 mil em espécie, cédulas falsas, armas e aparelhos celulares. O material está sendo examinado pela perícia técnica científica da PF.

A investigação teve início a partir de apuração sobre a comercialização ilegal de anabolizantes provenientes da Europa, elucidando a participação dos policiais civis em extorsões praticadas contra o principal investigado, culminando ainda na revelação de fortes indícios de cometimento de outros crimes, a exemplo de desvios de apreensões de drogas. Os crimes investigados são de comercialização ilegal de anabolizantes, peculato, concussão, corrupção passiva, associação criminosa e tráfico de drogas.

De acordo com o advogado Leandro Vasques, que representa os três delegados, não há nenhum comprometimento de nenhum dos delegados da Polícia Civil em qualquer ato ilícito. “Certamente está havendo um grave equívoco de interpretação. Os três delegados não tem uma nódoa sequer em suas vidas funcionais, possuem passado inatacável, de modelares ações. Não podemos admitir acusações genéricas como as que aparentemente motivaram a presente Operação… Reputações são dilaceradas, biografias de vida são vilipendiadas...lamentável estar presenciando a tudo isso”, disse. 

Aproximadamente 150 policiais federais, com o apoio de policiais da Secretaria de Segurança Pública e da Delegacia-Geral da Polícia Civil, cumpriram 27 mandados de busca e apreensão, 25 mandados de condução coercitiva, 10 mandados de afastamento das funções, com recolhimento de armas, identidade funcional e distintivos, e 6 remoções compulsórias para outras unidades da Polícia Civil para atuar em funções administrativas. As ordens judiciais foram expedidas pela 12ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária do Ceará e estão sendo cumpridas em Fortaleza, Caucaia e Eusébio/CE.

A operação foi batizada de “Vereda” em alusão ao livre arbítrio que levou os integrantes da quadrilha, à sombra da condição policial, para a prática delitiva de crimes diversos.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO