NOTICIAS | POLÍCIA

Suspeitos de assassinar PM na Messejana serão julgados

Grupo utilizou fardamento escolar para não levantar suspeita
Postado em 30/11/2017 | 15:48
Foto: Arquivo pessoal 

Acontece na próxima terça-feira (5), o julgamento de quatro pessoas suspeitas de participar de uma tentativa de assalto que resultou na morte de um policial militar, em uma clínica de fisioterapia, no bairro Messejana, em Fortaleza. O crime aconteceu em abril deste ano. 

Na época foram presos: Lucas Dario Oreano (19), Wellington Henrique Nascimento da Silva (24) e Francisco Rogemberg Arruda Firmino. Um adolescente foi apreendido. Com eles, a Polícia apreendeu um revólver calibre 38, com cinco munições usadas. Segundo um familiar que pediu para ter sua identidade preservada, um outro suspeito, que seria o mandante do crime, ainda está foragido. 

Em nota divulgada na época, a Polícia Militar do Ceará informou que o soldado Antônio Tiago Nogueira (34) não estava trabalhando quando o crime aconteceu. Os suspeitos estavam com fardamento escolar. Um deles entrou e anunciou o assalto. O agente de segurança conseguiu rendê-lo, mas foi surpreendido por outros três assaltantes.

Em depoimento, um dos suspeitos disse que era estudante e utilizou seu fardamento e material escolar para despistar. 

O policial foi atingido por quatro tiros na região do tórax. Ele foi levado para o Frotinha da Messejana, mas precisou ser transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF), onde passou por uma avaliação médica, mas não resistiu aos ferimentos. 

Tiago era lotado na 2ª Companhia do 1º Batalhão de Policiamento Comunitário, na Área Integrada de Segurança 3 (AIS-3). Ele ingressou na PM em abril de 2015. 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO