NOTICIAS | POLÍCIA

Suspeitos de matar internos em Centro são identificados

A Polícia Civil investiga a participação de facções criminosas no crime
Postado em 13/11/2017 | 09:13

Foto: Reprodução/GMaps

Quatro adolescentes internos do Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, localizado no bairro Sapiranga, em Fortaleza, foram assassinados próximo a unidade, na madrugada desta segunda-feira (13).

De acordo com informações da polícia, pelo menos dez homens armados chegaram ao local por volta das 3h da madrugada em carros separados e retiraram os adolescentes de dentro do Centro Educacional e os executaram próximo da Comunidade Muro Alto.

Segundo testemunhas, os indivíduos entraram pelos fundos da unidade. Após terem acesso os homens teriam gritado que estavam lá para resgatar integrantes de uma facção criminosa, alguns internos teriam dito que pertenciam a essa facção, 6 foram retirados da unidade, 4 foram executados os outros dois foram liberados.

Segundo informações da polícia, o crime pode ter sido provocado devido a uma briga entre facções criminosas. A polícia passa a investigar o caso para saber se trata-se realmente de briga entre facções. Após uma reunião mais cedo, o Governo do Estado informou que quatro suspeitos de participar do crime foram identificados, porém seguem foragidos.

Ainda na manhã de hoje teria acontecido uma fuga, alguns menores pularam o portão e saíram correndo pela rua mesmo com a presença da polícia na unidade, aproximadamente 15 fugiram, 7 foram recapturados. O centro de semiliberdade funciona da seguinte maneira, os internos passam a semana na unidade e no final de semana eles ganham a liberdade e voltam para suas residências, na segunda-feira já retornam novamente para a unidade.

Confira a nota da Seas:

A Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas) informa que quatro adolescentes internos no Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, na Sapiranga, foram retirados do local, por um grupo de homens armados, na madrugada desta segunda-feira (13), e executados nas proximidades da unidade. Órgãos da estrutura do Governo do Ceará ligados ao tema estão reunidos no momento para tratar do caso.

A Seas lamenta profundamente o ocorrido e trabalha no apoio às famílias dos adolescentes - e dos demais internos. Em paralelo, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) iniciou os trabalhos de investigação no intuito de elucidar a ocorrência. Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realizaram os primeiros levantamentos no Centro. A Polícia Militar intensificou o policiamento na região com o reforço de equipes dos Batalhões Especializados, como o de Polícia de Choque (BPChoque) e o de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO