NOTICIAS | CEARÁ

Estudante é baleada dentro da Unilab

A vítima tinha uma medida protetiva contra o agressor, mas os dois cursavam a mesma graduação
Postado em 21/10/2017 | 11:12

Suspeito permanece foragido. 

Uma estudante de Letras foi vítima de uma tentativa de feminicídio, nesta sexta-feira (20), dentro do Campus dos Palmares, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), em Acarape, no Maciço de Baturité. A universitária foi atingida com um tiro de raspão na testa e outro na lateral do pescoço. 

O crime aconteceu no bloco II do campus. O suspeito, identificado como Karliano Muniz, cursava a mesma graduação da vítima, mas não se sabe se frequentavam a mesma sala. Contra o homem, existia uma medida protetiva que impedia a aproximação contra a universitária. A medida foi concedida há algum tempo, após a universitária sofrer assédios do suspeito. 

Após efetuar os disparos, o suspeito teria tentado se matar, mas como não conseguiu, fugiu, rumo a um matagal sem nenhuma iluminação, ao lado da Unilab. “Foi uma correria, apavorante. A gente não sabia se era bala, se tinha bomba. Foi uma coisa bem desesperadora. Eu que estudo lá, vejo que a segurança é vulnerável”, disse a vice-prefeita de Redenção, Ana Paula, em entrevista a uma emissora de rádio local. 

A universitária foi socorrida por colegas e levada para o Hospital Municipal de Acarape, onde foi sedada e em seguida transferida para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza. Colegas de faculdade, familiares e professores acompanham a estudante. Segundo uma colega, ela foi levada consciente para a capital. A vítima passou por uma tomografia e segue em observação no centro cirúrgico. 

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) informou, neste sábado (21), que o procedimento cirúrgico teve êxito. A estudante se recupera e está consciente. 

Carolina Lima, representante do DCE da Unilab, informou que será realizada uma assembleia estudantil geral para discutir a segurança nos campi e a violência contra a mulher. “Ficou claro que existe uma tentativa de feminicídio”, comentou. “Posteriormente iremos procurar as prefeituras de Acarape e Redenção para discutir a iluminação e segurança no entorno dos campi”. 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, por meio do Comando de Policiamento do Interior (CPI), informou que o acusado chegou ao local e chamou a garota. Depois disso efetuou dois disparos em direção à vítima e somente um deles a atingiu - de raspão, na cabeça. Buscas são realizadas, mas ele segue foragido. 

Redes sociais
O suspeito compartilhou várias publicações no Facebook sobre relacionamento. Para colegas da universitária, o homem pode ter pensado durante os últimos meses, sobre o crime. “Eu cavei duas sepulturas para nós dois, meu amor”, diz a legenda de um vídeo compartilhado pelo suspeito. 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO