NOTICIAS | POLÍCIA

Acusado de matar juiz no Cocó é preso

Quando menor, o jovem foi apreendido, mas conseguiu fugir
Postado em 07/09/2017 | 09:22

Edvalson Florêncio foi morto durante uma caminhada. 

A Polícia Militar recapturou, no bairro Padre Pio XXII, Edson Santos da Silva (18), um dos acusados de assassinar o juiz de direito aposentado Edvalson Florêncio Marques Batista (77), em março do ano passado, quando fazia caminhada na rua Bento Albuquerque, no bairro Cocó, em Fortaleza. O magistrado caminhava na praça Engenheiro Pedro Felipe Borges, quando foi abordado por três adolescentes armados.

Ainda adolescente, Edson fugiu três vezes de centros socioeducativos de Fortaleza. O jovem estava foragido e foi  encontrado com um menor, realizando assaltos no bairro onde estava. Durante a abordagem foram encontradas munições e uma balaclava. 

Edvalson foi abordado pelos adolescentes que obrigaram a vítima a entregar o celular. Um dos menores efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a perna e a artéria femural do juiz. Apesar do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) ter realizado o atendimento, o magistrado não resistiu e morreu no local. 

Na época, a Associação Cearense de Magistrados (ACM) enviou uma nota de pesar lamentando o crime. "É intolerável a perda da vida do magistrado que, uma vez aposentado de suas atividades judicantes, simplesmente exercia sua condição de cidadão, como todo cearense, fazendo caminhada numa praça - ambiente público onde deveria haver espaço somente para atividades focadas no bem-estar e no convívio pacífico e harmonioso entre as famílias". 

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO