NOTICIAS | POLÍCIA

Alemão deve ficar internado no IJF até sexta-feira

Mentor de ataque ao Banco Central foi baleado durante uma tentativa de fuga da penitenciária de Pacatuba
Postado em 08/08/2017 | 07:18
Preso em atendimento após ser baleado (Foto: reprodução Whatsapp)

O policiamento reforçado segue em redor do Instituto Dr. José Frota, na tarde desta terça-feira (8). Na unidade, segue em atendimento Antônio Jussivan Alves dos Santos, o "Alemão" e Antônio Carlito Avelino, conhecido como “Boi”, acusados de planejar o ataque ao Banco Central de Fortaleza. 

Antônio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão, foi submetido a procedimento cirúrgico durante a manhã. De acordo com Francisco das Chagas Ley, médico responsável pelo procedimento, o acusado teve ferimentos no abdômen e na perna, mas se recupera bem. O médico estima que os dois devem ficar na unidade até sexta-feira (11). 

Alemão, que orquestrou o roubo milionário ao Banco Central, em 2005, foi baleado nesta madrugada, durante uma tentativa de resgate ocorrido na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, cidade da Região Metropolitana. Antônio Carlito Avelino também foi ferido durante a tentativa de fuga.

Além de Alemão e Boi, Paulo Laércio Pereira de Freitas, o “Paulo Cabecinha”, também tentou escapar da unidade e foi impedido pelos agentes de segurança.

Segundo nota da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), os três presos serraram as grades de ventilação de uma cela, cortaram a grade que separa as vivências da muralha e se preparavam para jogar a teresa, uma espécie de corda feita de lençóis, que seria utilizada para escalar a muralha.

Policiais que faziam a segurança da muralha perceberam a ação e deram um disparo de advertência. Nesse momento, homens davam suporte do lado de fora da unidade começaram a atirar contra as guaritas. Um dos agentes de segurança foi atingido com um tiro de raspão.

O policial e os dois detentos feridos foram socorridos e receberam os atendimentos médicos no interior da unidade. Em seguida, os dois presos foram levados ao IJF. A expectativa é que, pelo menos, Antônio Carlito seja transferido do IJF ainda na tarde desta terça-feira.

Alemão no Ceará

Considerado mentor intelectual do furto ao Banco Central, quando foram levados do cofre R$ 164,7 milhões (mais de três toneladas em notas de R$ 50), Alemão estava preso em São Paulo até julho de 2014, e voltou a uma unidade prisional cearense em março do ano passado.

Antônio Jussivan foi sentenciado a mais de 100 anos de prisão por diversos crimes, entre eles lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Confira nota da Sejus sobre a tentativa de resgate desta terça-feira

"A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado informa que agentes penitenciários e policiais militares frustraram uma tentativa de resgate a internos da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, na madrugada desta terça-feira (08). Por volta de 1h20, agentes penitenciários identificaram, pelo sistema de monitoramento, a tentativa de internos de chegarem à muralha da unidade. Os internos eram Antônio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão; Antônio Carlito Avelino, conhecido como Boi; e Paulo Laércio Pereira de Freitas, vulgo Paulo Cabecinha. De acordo com a direção, os três serraram as grades de ventilação da cela, cortaram a grade que separa as vivências da muralha e já jogavam a teresa (corda feita de lençóis) para escalar a muralha. Do lado de fora, pessoas dariam suporte à fuga com uma escada e carro. 
Os policiais que faziam a segurança da muralha deram um disparo de advertência, quando pessoas que davam apoio externo à fuga começaram a disparar contra a muralha. Houve troca de tiros. Um policial foi atingido de raspão, Antônio Jussivan e Antônio Carlito ficaram feridos e foram encaminhados ao Instituto Dr. José Frota. Antônio Jussivan já foi avaliado, passou por procedimento cirúrgico e passa bem. Antônio Carlito está sendo submetido a exames. Ao longo do dia, será realizada uma contagem na unidade prisional.
Antônio Jussivan tem 50 anos e sua última entrada no sistema penitenciário cearense ocorreu em 2010. Ele é um dos mentores ao assalto ao Banco Central, ocorrido em 2005. Antônio Carlito tem 50 anos, responde a homicídio e roubo e está preso desde 2010. Paulo Laércio tem 36 anos, responde por homicídio, receptação e roubo e está recolhido desde 2014. As datas referem-se a última prisão de cada um, mas os três têm outrs passagens pelo sistema penitenciário cearense."

Vídeo mostra a chegada de "Alemão" ao IJF

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO