NOTICIAS | POLÍCIA

Suspeito de esfaquear crianças diz não se lembrar de nada

Ele foi encontrado tomando banho e lavando a faca usada para atingir a mulher e os menores.
Postado em 20/03/2017 | 19:02

O adolescente de 17 anos, apontado como autor das agressões contra uma mulher e três adolescentes em Uruburetama, 110 km de Fortaleza, foi transferido para a capital nesta segunda-feira (20). De acordo com a Polícia Civil, o menor afirmou em depoimento que estava sob efeito de bebida alcoólica e não se lembrava do ocorrido. A apreensão do adolescente foi realizada pela Polícia Militar do Estado do Ceará, logo após o ocorrido.

De acordo com a Polícia Civil, o adolescente não tinha nenhum vínculo com as vítimas. Ao invadir a casa das vítimas, o menor teria se identificado como um personagem dos quadrinhos. “Eu sou o Coringa e o titio adora brincar com crianças”, teria dito. Ele ficará internado em um centro socioeducativo em Fortaleza. 

O adolescente foi encontrado em Uruburetama, horas após o crime. Ele foi encontrado tomando banho e lavando a faca usada para atingir a mulher e os menores. 

Entenda

Após o suspeito invadir a casa e efetuar golpes contra uma mulher e três crianças, uma viatura da Polícia Militar foi acionada por dois populares. Diligenciando rapidamente ao local, os policiais se depararam com a mulher de 27 anos com uma criança de um ano de idade, nos braços. Ambos estavam ensanguentados e pedindo ajuda no meio da rua.

No interior da casa, os policiais encontraram outras duas crianças lesionadas, sendo uma menina de quatro anos; e um menino, identificado por Pedro Henrique Lima dos Santos, de sete anos. Todos foram socorridos para uma unidade de saúde da região. Em seguida, Pedro Henrique e o bebê de um ano foram transferidos para o IJF, na Capital. No entanto, o garoto mais velho não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a óbito.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO