NOTICIAS | EDUCAÇÃO

10ª Bienal da UNE este prazo para inscrição de trabalhos

O festival estudantil acontecerá em Fortaleza, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura
Postado em 10/01/2017 | 14:44

Foto: Divulgação

A 10ª edição da Bienal, que ocupará o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza (CE), entre os dias 29 de janeiro e 1º de fevereiro, estendeu o prazo para a inscrição de trabalhos até o dia 16 de janeiro.

Qualquer estudante matriculado pode se inscrever em uma dessas sete áreas: artes cênicas, literatura, música, artes visuais, audiovisual, ciência e tecnologia e projetos de extensão. Todas as informações estão disponíveis no site da bienal.

A  inscrição para apresentar trabalhos é gratuita e o pacote que dá direito a todas as atividades do encontro, alojamento e transporte interno em Fortaleza, durante os quatro dias, sai por R$ 150, até o dia 25 de janeiro. Caso o trabalho seja selecionado esse valor será estornado.

A Bienal da UNE é o maior festival estudantil da América Latina e a mostra é considerada um espaço criativo e de referência sobre a atual produção cultural independente, de dentro e fora das universidades, além de promover debates, apresentar intervenções e shows e contar com um qualificado rol de convidados, entre pensadores, artistas e ativistas. 

A 10ª Bienal da UNE traz o tema  “Feira da Reinvenção”, inspirado no potencial criativo do povo brasileiro e na possibilidade de reinvenção de linguagens, estéticas, formas de luta e de arte a partir da imagem das feiras populares. Esta edição também dá início às celebrações dos 80 anos da UNE, comemorados no dia 11 de agosto de 2017.  

HISTÓRIA DA BIENAL DA UNE
Em 1999, com a realização da 1º Bienal em Salvador (BA), a UNE retomou com vigor o seu trabalho cultural que teve destaque na década de 1960 com o famoso Centro Popular de Cultura (CPC). Na segunda edição, realizada em 2001 no Rio de Janeiro, esse projeto cresceu com a criação do Circuito Universitário de Cultura e Arte (CUCA), uma rede de produção e fomento à arte nas universidades do país.

Depois, a UNE deu continuidade ao caráter itinerante das Bienais e norteou o festival para temas que representam algum dos elementos formadores do povo brasileiro. Já foram discutidos a cultura popular (Recife, 2003), a integração do Brasil com a América Latina (São Paulo, 2005), as relações do país com a África (Rio, 2007), as raízes do Brasil (Salvador, 2009), o samba (Rio, 2011), a influência da cultura nordestina (Recife, 2013) e as diferentes formas de linguagem no país (Rio, 2015).

Já passaram pela Bienal Gilberto Gil, Oscar Niemeyer, Ariano Suassuna, Abdias Nascimento, Alceu Valença, Ziraldo, Tom Zé, Martinho da Vila, Augusto Boal, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Lenine, Naná Vasconcelos, Criolo, Pitty e muitos outros personagens.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@TVCIDADEFORTALEZA.COM.BR
SIGA O CNEWS
Facebook Google Plus Twitter Youtube Instagram
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO