ESPORTES | BASQUETE

Oscar reflete sobre isolamento e faz críticas a Bolsonaro

Em entrevista ao podcast "Não Pira, Respira", exibida na Jovem Pan News Fortaleza, atleta fala sobre os dias em quarentena
Postado em 15/05/2020 | 12:01
Foto: Pedro Dias/Flickr

Oscar Schmidt (62), que acumula vitórias no basquete e na vida, participou, via Skype, do podcast "Não Pira, Respira", comandado por Patrícia Calderón e exibido nesta sexta-feira (15), na Jovem Pan News Fortaleza. O atleta contou sobre os dias no isolamento social e criticou a conduta do presidente Jair Bolsonaro, a quem declarou voto em 2018, diante da pandemia do novo Coronavírus. 

"É minha obrigação ficar em casa. Esse vírus é perigoso e mata. Estou trancado há três meses, deixando de ganhar dinheiro com eventos, palestras e publicidade por um bem maior que é minha saúde e o Brasil. Sou um soldado do meu país, e se preciso for, entro na guerra também", afirmou. 

Oscar trava uma luta contra o câncer há nove anos. As quimioterapias mensais ajudam a controlar o avanço do tumor. Ele faz parte do grupo de risco para a Covid-19, e sabe disso. Os cuidados tomados refletem o conhecimento. "É muito bom viver, não quero morrer. Eu tinha muito medo da morte, o câncer me fez perder esse pavor. Mas pra isso sigo regras. Se eu sair de casa, posso me infectar com esse vírus maldito e morrer. Faço meu isolamento, uso máscara, e realizo todos os procedimentos de desinfecção", afirmou. 

O bom humor acaba quando o atleta fala sobre o presidente Jair Bolsonaro, a quem apoiava anteriormente. "Todos os dias o cara [Bolsonaro] dá chance pro azar. Eu achei que seria diferente. Confiei e me arrependi. Ele tem mostrado ser outra pessoa, com um despreparo danado para ocupar um posto tão importante. É muito triste durante uma pandemia a gente ainda ter que se preocupar com política. Esse vírus não tem partido, ele pode matar qualquer um. E pra quem ainda chama isso de gripezinha, isso me deixa louco", afirmou. 

Para Oscar, a situação do país mostra como Bolsonaro lida com a crise. "Nas ruas, muita gente sem máscara. Claro, né? Se a população ouve o presidente dizendo que não precisa de máscaras, pra que usar?", lamenta. 
Confira a entrevista na íntegra:

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO